Entrevista com o fã e coleccionador: Samir de Araújo

maio 13, 2017

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Samir de Araújo: Eu nasci em Fortaleza, cidade conhecida como ‘’terra da luz‘’ na região nordeste do Brasil, no dia 23 de Abril de 1988 e trabalho num hospital na função de ascensorista.

Quando nasceu o seu interesse pela banda desenhada?
Samir de Araújo: Desde os meus primeiros anos de vida por influência do meu pai. Recordo-me que com os meus 2 anos de idade o meu pai tinha muitas revistas de banda desenhada de diversas personagens, entre eles posso citar Batman, Homem-Aranha, Os Titãs, Hulk , entre outros, nessa época eu não sabia ler, mais despertou a minha paixão por gibis primeiramente pelos traços bem feitos dos desenhadores.

Quando descobriu Tex?
Samir de Araújo:
O meu primeiro contacto com Tex veio aos meus 6 anos, por intermédio de um amigo de infância. Ao fazer uma limpeza em sua garagem ele encontrou duas revistas que pertenciam à sua colecção de Tex quando ele era criança: ‘’El Muerto‘’ & ‘’Dinamite na Guerra do Petróleo‘’.

Porquê esta paixão por Tex?
Samir de Araújo: Tex é uma paixão para a vida inteira, está comigo desde os meus 6 anos. É o que me dá mais prazer na vida , folhear uma revista do Tex, envolver-se na história é quase tão bom quanto assistir um bom filme de faroeste e talvez até mais. Espero um dia passar todo o amor por Tex para os meus filhos ou sobrinhos e que eles dêem continuidade à minha colecção.

O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Samir de Araújo: Tex destaca-se dos demais heróis dos quadrinhos na minha opinião pelo facto dele ser um dos heróis mais próximos de uma realidade, um homem de honra, com valores nobres, senso de justiça, que valoriza a amizade, que não aceita injustiças, que preza a sua honestidade. Tex é um herói em que nos podemos inspirar para as nossas vidas, um exemplo raro de carácter e faltam muitas pessoas assim na vida real.

Qual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Samir de Araújo: Eu ainda tenho uma colecção pequena totalizando 226 revistas, com edições variadas. Se eu tivesse condições melhores teria mais revistas, espero que com o passar dos anos consiga ter a edição Tex normal completa. Na minha colecção existem duas revistas que são as mais importantes para mim: Tex ‘’El Muerto‘’ que na minha opinião é a melhor história de Tex e também ‘’Dinamite na Guerra do Petróleo‘’. Essas duas revistas foram as precursoras da minha paixão por Tex.

Colecciona também livros, inclusive italianos de outras personagens Bonellianas?
Samir de Araújo: Colecciono livros e revistas diversas, mas italiano por enquanto só Tex, mas tenho o desejo de conhecer outras personagens italianas.

Qual o objecto Tex que mais gosta de possuir?
Samir de Araújo: Objectos do Tex eu só tenho um póster que ganhei do meu amigo Jesse do ‘’Fã Clube Tex BR‘’. Gostaria de um dia possuir a colecção completas das estatuetas de Tex.

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Samir de Araújo: História de Tex: ‘’El Muerto‘’. O meu desenhador favorito foi e é o mestre Galep, mas gosto muito dos traços de Claudio Villa, as suas capas são perfeitas!!! Gosto também de Pasquale Del Vecchio e Fabio Civitelli. Os meus argumentistas favoritos são Gianluigi Bonelli, Mauro Boselli e Claudio Nizzi.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Samir de Araújo: As belas ambientações de alguns desenhadores e os roteiros bem elaborados. O que menos me agrada são pequenos erros gráficos de impressão na gráfica. Às vezes o desenho fica num tom de preto muito escuro ou quase apagado, algumas edições ficam sem numeração nas páginas ou chegam amassadas.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Samir de Araújo: Seu senso de justiça e carácter creio que seja isso que torna Tex esse grande ícone e com essa longevidade toda e sempre renovando seus admiradores.

Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Samir de Araújo:
Na minha cidade não tem encontros com outros leitores, pelo menos que seja do meu conhecimento, mas gostaria muito que houvesse.


Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Samir de Araújo: Eu vejo que o nosso herói continuará por muito e muitos anos ainda, pois já existe uma renovação de novos leitores, assim como a velha guarda continua e renova-se com os seus parentes. Temos também uma safra nova de desenhadores e autores com muita lenha para queimar!!!

Prezado pard Samir de Araújo agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

3 Responses to “Entrevista com o fã e coleccionador: Samir de Araújo”

  1. Caro pard Samir, faça contato. Moro em Fortaleza e coleciono Tex há mais de 30 anos! Talvez eu possa ajudar o pard aumentar sua coleção!

  2. Prezado Pard Samir, assim como o pard e amigo Rouxinol do Rinaré (Antonio Carlos), também moro em Fortaleza e coleciono Tex há quase 40 anos. Mantenha contato e na medida do possível também posso lhe ajudar. Grande abraço.

  3. Prezado Samir…
    sou Colecionador de Tex, bem como os conterrâneos-pards ACIMA citados; mas moro no Norte (Brasil)-RoRaima.
    Abraços!
    Ivo F. Almada (Carson).

Leave a Reply