Vídeo: Tex Willer na deslumbrante arte (do lápis inicial às aguarelas finais) de Enrico Marini

Enrico Marini e Mário João Marques

Enrico Marini (na foto, à direita, na companhia de Mário João Marques, mentor do Tex Willer Blog) estudou Belas-Artes. A sua paixão pela BD começou em criança. No final dos anos 80, foi notado por um jornalista, no Salão de BD de Sierre, que o apresentou aos responsáveis da editora Alpen, com quem começou a colaborar, ilustrando uma série juvenil. Depois estreia-se na ficção científica com Gipsy e, mais tarde, com A Estrela do Deserto recebe o Prix dés Libraires da A.L.B.D. (Associação dos Livreiros de B D) para o melhor trabalho do ano. Em Angoulême, foi distinguido com o prémio Player One para o Melhor Jovem Desenhador com a obra Dossiers de Olivier Varèse: Raid sur Kokonino-world.

Inicialmente influenciado pelo grafismo japonês contemporâneo, Marini não se atém aos modelos do momento, procurando sempre novas fórmulas para os seus trabalhos. É um dos talentos mais promissores da sua geração e promete continuar a surpreender os leitores. Actualmente em Portugal a ASA publica As Águias de Roma e a Levoir publicou recentemente Batman. A Meriberica por sua vez publicou Rapaces.

Tex Willer na arte de Enrico Marini (lápis)

Tex Willer na arte de Enrico Marini – Aguarelas

E foi precisamente este cidadão italiano, nascido em Liestal (Suíça) a 13 de Agosto de 1969, que já neste ano pandémico de 2021 desenhou, a pedido de um fã, uma ilustração a aguarelas de um pujante Tex Willer, o ícone dos fumetti (nome dado à BD na sua Itália), ilustração essa que damos hoje a conhecer (acima) aos nossos leitores, primeiro no formato imagem (lápis primeiro e aguarelas depois), mas também no formato vídeo onde podemos ver, durante quase dois minutos Enrico Marini a deliciar-nos com a sua fantástica arte quando esboçava o Ranger o lápis:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *