Títulos de TODAS as histórias de “AS GRANDES AVENTURAS DE TEX/TEX DELUXE” a publicar em 2019

As Grandes Aventuras de Tex/Tex Deluxe é a mais recente série da Mythos Editora dedicada a Tex no Brasil. Uma série luxuosa que o Ranger há muito merecia em língua portuguesa e que é inspirada numa colecção italiana, também luxuosa, intitulada “Le grandi storie di Tex” e que reuniu 40 grandes histórias da saga de Tex Willer, sempre com aventuras completas e coloridas e com capas inéditas de Claudio Villa.

As Grandes Aventuras de Tex

A estreia desta colecção ocorreu em Março, num volume, intitulado “A morte de Lilyth” que trouxe a famosa história “Juramento de vingança” da dupla Gian Luigi Bonelli & Aurelio Galleppini, com 306 páginas onde “Tex conta ao filho Kit os factos ocorridos anos antes, pelos quais os desonestos comerciantes Brennan e Teller, para se vingarem do Ranger que os havia mandado para a prisão, encarregam capangas sem escrúpulos de levar à aldeia de Flecha Vermelha uma carga de cobertores infectados com varíola, causando a morte de Lilyth e de muitos outros navajos. Tempos depois da tragédia, um dos mandantes do crime cai crivado pelas balas de Tex. Agora os quatro pards saem à caça do patife sobrevivente que, anos antes, havia escapado do justo castigo. Uma velha lança, fincada no túmulo da esposa de Tex, dali não pode ser retirada enquanto não se cumprir a vingança.”

As Grandes Aventuras de Tex Volume 1

Hoje no Blogue do Tex vamos já anunciar os títulos das próximas histórias desta colecção que está a fazer um grande furor no Brasil e está a encantar os fãs e coleccionadores do Ranger, mais precisamente os títulos de TODOS os volumes a publicar em 2019, os próximos três números tendo em conta que a colecção é trimestral.

Em Junho, mais precisamente no dia 10, teremos o lançamento do segundo volume, volume esse que conterá a famosa história “Entre duas bandeiras“, dos mesmos autores que inauguraram a colecção: Gian Luigi Bonelli & Aurelio Galleppini. Uma aventura de 315 páginas. Com o título original Tra due bandiere , a história foi publicada em Itália nos números 113 a  115 em 1970. Em quase todas as consultas efectuadas aos leitores, esta aventura destaca-se sempre por ser uma das mais apreciadas da série. Convenhamos que os leitores têm toda a razão. Não só pela qualidade do enredo, que revela um Gianluigi Bonelli no pleno da sua capacidade narrativa, como também nas qualidades gráficas de um Aurelio Galleppini que assina aqui um dos mais notáveis trabalhos da sua longa carreira.

Tudo começa em Abilene, quando Tex, na companhia de Carson e seu filho Kit, ao chegar ao saloon encontra Dick Dayton, um seu velho amigo do tempo da Guerra da Secessão. E é na companhia de outro velho amigo, o xerife Ben Trevor, que Tex e Dick vão narrar alguns episódios que viveram juntos em pleno conflito que opôs norte e sul, mas que sobretudo colocou em lados opostos da barricada velhos amigos.

Em Setembro, também no dia 10, a Mythos Editora irá lançar o volume número 3 que trará a mítica história “O navio do deserto“, uma aventura de 272 páginas, escrita por Claudio Nizzi e magistralmente desenhada por Claudio Villa onde El Morisco pede a ajuda de Tex e Carson para localizar o arqueólogo Doberado, que desapareceu enquanto buscava um lendário navio no deserto californiano.

Por sua vez, em Dezembro, igualmente no dia 10, teremos a estreia nesta colecção da carismática dupla Mauro Boselli & Carlo Raffaele Marcello com a história “O bando dos irlandeses“, uma aventura de 336 páginas– que a título de curiosidade se pode dizer que foi a primeira que a Mythos editou no Brasil, quando “herdou” os direitos das publicações Bonelli da Globo – onde o argumento de Boselli, como habitualmente, é denso e bem urdido, pois explora o “estado” revolucionário da Irlanda e do México e igualmente o passado de Tex e Kit, fazendo aquele encontrar um amigo de adolescência, a quem quase seguiu para se tornar fora-da-lei. E a quem agora tem a missão de prender, bem como aos seus companheiros – o tal bando dos irlandeses que dá título à narrativa.

A par de um argumento em crescendo, que prende pela aventura em si e pelas ramificações que vão sendo introduzidas para estruturar uma história consistente e com diversas surpresas e inflexões, “O Bando dos Irlandeses” conta com o traço realista, rigoroso e pormenorizado de Marcello que consegue brilhar a bom nível em especial na (longa e) dinâmica sequência final.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

17 Comentários

  1. Dentro do que eu esperava!
    Já acredito que esta coleção vem para ser a melhor coleção Tex da Mythos, pela qualidade gráfica e pela reunião das histórias.

  2. Não levo em consideração só argumento e roteiro, para mim é quase mais importante as ilustrações (desenhos), pro meu gosto só a do Villa até agora. Espero que seja publicado logo uma história ilustrada pelo Ticci.

  3. Sinceramente, eu não acho que “O Bando dos Irlandeses” esteja a altura das 10 mais de Tex Willer e o “Navio do Deserto é muito curta.
    1- O Bruxo Mouro (O Senhor do Abismo)
    2- Juramento de Vingança
    3- Flechas Pretas Assassinas
    4- Entre 2 Bandeiras
    5- A Volta do Dragão
    6- San Francisco + O Tirano da Ilha
    7- O Filho de Mefisto
    8- Chinatown
    9- O Clã dos Cubanos
    10- Fuga de Alcatraz

  4. Que coincidência, acabei de ler agora há pouco o número 1, e que ESTÓRIA FANTÁSTICA.

    Eu que coleciono Tex há apenas 1 mês já estou viciado, vou com certeza comprar todos.

    Tem chances da Mythos prolongar essa coleção para 20, 30, 40 volumes?

  5. De clássicas mesmo, só as duas primeiras:
    3 – El Morisco (O senhor do abismo)
    4 – A noite dos assassinos
    5 – flechas pretas assassinas
    6 – Navajos em pé de guerra
    7 – Caçada humana
    8 – Os Apaches atacam
    9 – Texas Bill
    10 – Chamas de guerra

  6. Ótimas histórias, mas nem vou comentar o que sempre comento pra não ser chato. Vou comprar toda a coleção e espero que venda muito.

  7. Gostei das histórias do 2 e do 3. A 4 poderia ser uma mais clássica e mais antiga. Acho que “O filho de Mefisto” seria uma boa pedida.

  8. A minha historia preferida é A Águia e o Relâmpago são três gibis para completar uma história maravilhosa… de bandidos… bem entrosados…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *