Tex em 2018 pela Mythos Editora: Uma panóplia de novidades

Por José Carlos Francisco

Depois de ontem termos informado os nossos leitores do regresso de Dylan Dog, Martin Mystère, Nick Raider e Nathan Never ao catálogo da Mythos Editora após vários anos de ausência e da manutenção de Zagor, Júlia e Mágico Vento hoje é o momento de falarmos do que a editora brasileira está a preparar para o Tex em 2018, o ano em que o Ranger comemora sete décadas de vida editorial.

E, falando então em Tex, o herói criado em 1948 por G. L. Bonelli e Aurelio Galleppini que completará 70 anos de vida editorial, uma efeméride que a Mythos Editora não poderia deixar passar em branco, para além das tradicionais séries mensal, quinzenal e periódicas, a editora de São Paulo terá uma edição especial para registar o centenário de nascimento do mestre Galep, que para além de várias matérias alusivas ao mestre italiano trará também uma história de Tex desenhada por Galep, num total de 192 páginas.


Quanto às edições tradicionais Tex continuará sendo mensal e Tex Coleção quinzenal (passar Tex Coleção para mensal como alguns poucos leitores têm sugerido aqui no blogue do Tex seria um retrocesso, pois a Mythos passou essa série para quinzenal a pedido de um grande número de leitores, que reclamavam que iam levar 40 anos para completar a colecção se ela continuasse mensal). Tex Edição Histórica terá 4 edições (#103 a #106) sendo portanto trimestral, Tex Ouro por sua vez continuará sendo bimestral tendo por isso em 2018 as habituais seis edições (#94 a #99). Tex Especial Colorido continuará sendo semestral e assim sendo teremos em Janeiro a edição nº 10 e em Julho a nº 11, com a particularidade de agora ambos os volumes terem 160 páginas. Almanaque Tex, Tex Gigante e Tex Anual continuarão sendo séries anuais sendo publicados em Fevereiro, Outubro e Dezembro, respectivamente os números 50, 33 e 20. Por sua vez Tex Graphic Novel continuará a ser semestral e terá as suas duas edições (#5 e #6) em Junho e Dezembro.

Tex Platinum continuará a ser bimestral, mas além das histórias da série Anual, também trará as histórias das mini-séries Mercadores de Morte e O Veneno do Cobra, agora em volumes únicos.

Mas ainda haverá muito mais: o maior inimigo de Tex e o filho do bruxo voltarão em formato livro! A aventura O Sinal de Yama será reapresentada em Abril (dia 27) num elegante volume de 336 páginas em grande formato, valorizando o belo trabalho do artista Fabio Civitelli e A Volta de Mefisto, com belíssimos desenhos de Claudio Villa, vai virar um volume gigante e em cores que será publicado em Setembro (dia 3) para ser a edição oficial de 70 anos de Tex!

Mas a Mythos pretende ainda dar mais destaque aos 70 anos do Ranger e está a preparar várias outras iniciativas, algumas das quais surpreenderão bastante (positivamente, claro) os fãs e coleccionadores de Águia da Noite, mas para não agourar os detalhes contratuais que ainda não foram concluídos, paramos por aqui, mas a qualquer momento o Blogue do Tex voltará com novas informações, por isso não deixem de estar atentos e de nos seguir diariamente.


(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

13 Comentários

  1. Informações importantíssimas que revelam que, a julgar pela quantidade de títulos e páginas publicadas anualmente, a Mythos está praticamente empatada com a Sergio Bonelli Editore no que diz respeito a Tex. Além da espetacular fase atual com histórias inéditas, as republicações significativas que agradam os leitores tradicionais e atraem novos. E tem também a publicação de Tex Gold pela Salvat que fez com que muitas bancas de jornais brasileiras passassem a contar com o ranger em suas prateleiras. Some-se a isso a importância do Clube Tex Portugal em promover eventos e reunir as preciosas informações neste blogue. Temos que estimular que antigos e novos leitores realmente comprem todos esses títulos, é a única forma de prestigiar a editora e garantir a continuidade dos mesmos.

  2. Só faltou mesmo o Tex em Cores. Se voltar tem que ser edições deLuxe para livrarias. Esta coisa de ser mensal ou bimestral é que matou o título. Que volte mais caro, mas para um público seleto que possa pagar.

  3. Tex Edicão Gigante em cores nada mesmo…? Puxa fico triste. Afinal aquilo sim era sinónimo de qualidade. Uma pena.

  4. Que belas novidades. Muito bom. Obrigado Mythos. Obrigado a vocês do Blog. Parabéns Sergio Bonelli. Então que venha 2018.
    Obrigado Zé por nos deixar atualizados!

  5. Só coisa boa, com certeza comprarei tudo, pois faço todas as coleções que a Mythos lança aqui no Brasil e tenho todas completas. 2018 será um ano glorioso para os quadrinhos Bonelli. Que Tex em Cores volte e que seja em edições fechadas e com um papel de excelente qualidade para aqueles que realmente querem a coleção de volta, para livrarias ou com vendas diretas pelo site ou assinatura.

  6. Só acho que para comemorar os 70 de Tex poderiam publicar uma história inédita, em formato gigante. Também acho desnecessário a publicação da história O sinal de Yama, afinal essa história saiu esse ano. Vamos esperar as outras novidades.

  7. Acho que o maior problema de Tex em Cores foi que mesmo perdendo qualidade gráfica, o preço continuava alto, por isso vendas ruins. Acho que deveria ser repensado seu formato gráfico, e distribuir apenas para gibiterias e site da Mythos, com um valor maior. Deveria ser no formato Mágico Vento deLuxe.

  8. Que grandes e boas novidades, parabéns pela diversidade que a editora Mythos planejou para o 2018 “texiano” e especial de 70 anos de publicações. Gracias ao Blogue do Tex por trazer essas notícias!

  9. Amigo Zeca, tenho duas perguntas: o volume gigante a cores “A Volta de Mefisto” desenhada por Claudio Villa, será publicado em Itália antes de ser publicado pela Mythos?
    E o volume “O Sinal de Yama”, que em Itália saiu em preto e branco, sairá desta vez a cores na versão brasileira?

    • Pard Emanuel Neto, o volume gigante a cores “A Volta de Mefisto” desenhada por Claudio Villa pelas informações que tenho é um exclusivo da Mythos e não tenho notícias que venha a sair em Itália. Quanto ao volume “O Sinal de Yama”, que em Itália saiu em preto e branco também sairá em preto e branco pela Mythos. Será uma edição similar á italiana: de luxo, mas em preto e branco!

  10. Obrigado Pard Zeca por divulgar as novidades.
    Esperando 2018 para ampliar as coleções.
    Um abraço!
    Nei Campos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *