Entrevista com o fã e coleccionador: Afrânio José da Silva Braga

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Afrânio José da Silva BragaPara começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Afrânio Braga: Nasci a 8 de Novembro de 1964, em Manaus, Amazonas, Brasil.
Sou Técnico Industrial em Edificações, Economista e Administrador.

Quando é que teve início esta paixão pela Banda Desenhada, em especial pelo Tex?
Afrânio Braga: Em 1971, com Tex Nº 4, “Forte Apache”, Editora Vecchi.

Porquê o Tex e não outra personagem?
Afrânio Braga: Western é o meu género de Banda Desenhada preferido.
Ouro para Tex, prata para Blueberry e bronze para Ken Parker – esses são os meus personagens predilectos.

Colecção Cavalcando con TexO que Tex representa para si?
Afrânio Braga: Tex Willer representa o seu criador literário, Giovanni Luigi Bonelli – sonhos, ideais, carácter e personalidade.

Qual o total de revistas de Tex que tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Afrânio Braga: Tenho todas as colecções brasileiras texianas. Os PresenTexs italianos do editor Sergio Bonelli.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem?
Edições especias de TexAfrânio Braga: A minha BiblioTex é composta por revistas, álbuns, edições fora de série e produtos do Ranger mais temido do Oeste.

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Afrânio Braga: “O Solitário do Oeste”, Tex no Inferno Verde, a Selva Cruel da Amazónia.
Giovanni Ticci e Gianluigi Bonelli.

Edições especias de Tex WillerO que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Afrânio Braga: A inteligência.
O vício de fumar.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que ele é?
Afrânio Braga: A amizade, a lealdade, a coragem e a luta pela Justiça.

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Afrânio Braga: Enquanto houver vida, haverá Tex!

Prezado pard Afrânio José da Silva Braga, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

10 Comentários

  1. Magníficos exemplares, amigo Afrânio. E parabéns pela sua dedicação ao ranger e a Blueberry, o que o levou a estudar italiano e francês.

    Abraço,
    João Guilherme.

  2. Mon cher ami Jean,
    foi justamente os dois irmãos do Arizona, Tex e Blueberry, que me fizeram estudar as línguas de seus países de origem editorial – Itália e França.
    Para saber mais sobre os dois personagens:
    http://www.texbr.com/tex
    http://www.texbr.com/blueberry
    E para participar (inclusive de promoções), fazer amizades e compartilhar informações:
    http://www.texbr.com/forum
    Agradecimentos ao Duque José Francisco e um abraço a todos,
    Afrânio Braga

  3. Finalmente pude conhecer, ao menos em fotografia, o grande Pard Afranio.
    Maior conhecedor de Blueberry no Brasil, só não esperava ele dar Ouro para Tex e Prata para Blueberry.
    Abraços grande amigo.
    AMoreira.

  4. Mio caro amico Amora,
    o meu personagem favorito é o Ranger mais temido do Oeste, em segundo lugar está o Tenente mais amado do Velho Oeste e em terceiro Ken Parker – coincidentemente os três são do gênero “western”.
    Uma fotografia está na minha ficha do http://www.texbr.com
    Alguns pards confundem a minha preferência, pois, atualmente, me dedico mais a Mike do que a Tex. Recordo que o primeiro tem menos colecionadores a divulgar a HQ do que o segundo.
    Saudações a todos,
    Afrânio Braga
    http://www.texbr.com/forum

  5. Afrânio:

    Parabéns pela entrevista e pelas revistas que você possui.
    Um forte abraço do JR, do BonelliHQ.

  6. Matheus,
    fui objetivo como o Ranger, mas não sou tão rápido quanto ele.
    José Ricardo,
    álbuns bonellianos é contigo mesmo.
    Agradeço a todos pelas palvras gentis e amigas.
    Afrânio
    http://www.texbr.com/forum

  7. Um colecionador de peso!!!!!
    Show de entrevista que enriquece demais o BLOG!!!!
    Parabéns,
    Marco,
    Fórum texbr!!!!!!!

  8. Marco,
    as respostas são objetivas, dizem tudo o que eu penso em relação a essa entrevista. Fui direto como Tex Willer, o nosso herói de camisa amarela.
    O blog texiano é rico, belo e interessante.
    Saudações de Selva Cruel,
    Afrânio
    http://www.texbr.com/blueberry

  9. Bom dia,
    Venho tarde, mas vim, gostei muito da entrevista do Pard Afrânio, simples e directa.
    Também gosto de Blueberry e Ken Parker. Tenho alguns títulos deles e são muito bons.
    Um grande abraço amigo dos Açores,
    Marco Avelar

Responder a Afrânio Braga Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *