Enrico Valcamonica e a ENORME PAIXÃO por Tex Willer

Enrico Valcamonica e a revista do Clube Tex Portugal

Olá queridos pards de língua portuguesa, antes de mais nada gostaria de me apresentar por respeito a todos aqueles que não me conhecem. Sou o Enrico Valcamonica, coleccionador, mas acima de tudo um grande leitor e entusiasta do nosso Ranger de camisa amarela. Sou administrador do grupo Tex Willer no Facebook com mais de 13.000 membros, incluindo seguramente muitos de vocês que lêem este belo blogue. Criado em 2011 com a onda emocional do desaparecimento de Sergio Bonelli, porque com medo de que o nosso herói pudesse desaparecer, eu queria divulgar, mas, acima de tudo, compartilhar a grande paixão por Tex Willer.

A biblioTex de Enrico Valcamonica

A biblioTex de Enrico Valcamonica

A biblioTex de Enrico Valcamonica

Desde 1977, quando entrei num quiosque e tive pela primeira vez nas mãos uma revista do nosso herói, a paixão nunca cessou e, de facto, eu nunca pensaria que depois de tantos anos o meu sonho se pudesse tornar realidade. Sim, porque hoje posso dizer que conheço os maiores desenhadores de Tex, e aquela capa exposta na montra e aquela história tão bem desenhada foram feitas por pessoas que eu conheço e com quem compartilho o meu sonho. Sinto-me honrado por poder escrever neste blogue e poder compartilhar com todos vós toda a paixão pelo nosso Ranger, porque talvez estejamos fisicamente distantes, mas estamos próximos no compartilhar os nossos sentimentos e tudo em nome de Tex Willer.

Enrico Valcamonica na Sergio Bonelli Editore

Enrico Valcamonica na Sergio Bonelli Editore

Enrico Valcamonica na Sergio Bonelli Editore com Mauro Boselli

Uma lenda, sim, não há dúvida, porque depois de mais de 70 anos ainda estamos aqui segurando uma revista do nosso herói. Navegamos juntos por uma parte importante da nossa vida. As alegrias, os problemas, os governos, o dinheiro passam, mas Ele está sempre presente. Ontem como hoje. Muitas vezes pergunto-me: porque é que o Tex capturou-me desta maneira naquele Verão de há 42 anos atrás? Eu acho que foi o destino .. e estou feliz. Hoje em dia, não posso dizer que a minha vida teria sido diferente, mas posso dizer que tive momentos maravilhosos. Conheci pessoas maravilhosas, viajei, conversei com desenhadores, conheci a editora Bonelli, ganhei um prémio pela minha paixão e dei uma entrevista a um jornal… e, por último mas não menos importante, o almoço do nosso grupo com pessoas fantásticas.

Enrico Valcamonica e Fabio Civitelli

Fabio D’Agata, Enrico Valcamonica, Giovanni Ticci, Francesco Micolli e Claudio Villa

Enrico Valcamonica, Claudio Villa, Francesco Micolli e Fabio Civitelli

E devo agradecer apenas ao Tex… que existe. Eu acho que foi o Tex quem escolheu cada um de nós, italianos, brasileiros ou portugueses, não importa, porque todas as pessoas que conheci são especiais, diferentes. Somos uma comunidade… que depende de um herói. Então, para responder à pergunta por que, depois de 70 anos, ainda estamos aqui, a resposta está não apenas nas qualidades intrínsecas do personagem, ou seja, está no encanto das histórias, na habilidade dos desenhadores, mas sobretudo no que ela representa: a luta sem quartel, enérgica e até cruel contra todas as formas de injustiça. Tex agrada-nos porque constitui a revolta do homem comum contra o poder; a revolta do homem de bom senso contra os absurdos da máquina social, as degenerações das instituições e as implacáveis ​​consequências das leis económicas. Tex é bem-sucedido por esse motivo, Tex é um herói que age em circunstâncias excepcionais: onde a lei tem dificuldade em fazer o seu caminho, onde há o risco de que os crimes não sejam punidos e que os patifes possam safar-se.

Enrico Valcamonica e Stefano Andreucci

Enrico Valcamonica e Lucio Filippucci

Maurizio Dotti e Enrico Valcamonica

Sinceramente, não sei mais o que escrever, muitas palavras foram escritas e outras acabariam sendo repetitivas. Acrescento apenas uma frase que li há algum tempo e que fui pesquisar porque espero que vocês a façam vossa pela convivência neste belo blogue:
Tudo flui, a própria vida, mas os verdadeiros amigos permanecem. Enquanto tivermos lembranças, o passado dura… enquanto tivermos esperanças, o futuro aguarda-nos… enquanto tivermos amigos, vale a pena viver o presente. Não há verdadeira felicidade sem um amigo para dividí-la.“.

Claudio Villa e Enrico Valcamonica

Enrico Valcamonica com Rossano Rossi e Fabio Civitelli no estúdio do Mestre Civitelli

Enrico Valcamonica e Alessandro Piccinelli

É assim que eu gostaria que fosse a nossa amizade, uma ilha feliz onde podemos comparar-nos com o nosso amado herói, mas que eventualmente nos levará de volta aos valores dos seus ensinamentos: amizade, respeito e muita paixão. E não há coisa melhor do que compartilhá-los.
Obrigado meus amigos, fisicamente distantes, mas próximos no sonho… um sonho com uma camisa amarela e um lenço preto ao pescoço.

Itens da colecção de Tex de Enrico Valcamonica

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

2 Comentários

  1. Pard Enrico,

    Extraordinário seus comentários. Como são idênticos os pensamentos dos texianos. Faço minhas suas palavras, tanto gostei, que espero um dia conhecê-lo pessoalmente.
    Parabéns!

    Cordialmente,
    Raimundo Gadelha

  2. Enrico Tex Valcamonica. Un soggetto intollerante, che gestisce in modo autoritario un suo gruppo fb su Tex.
    Pessimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *