Blogue do Tex citado em “Falando de Blogues, Sítios e Portais de Banda Desenhada”

O blogue português do Tex é um dos variadíssimos Blogues, Sítios e Portais de Banda Desenhada portugueses que Geraldes Lino (entre muitas coisas ligadas à BD, pode-se dizer que é autor de inúmeros textos sobre a BD publicados em revistas e jornais, editor de fanzines, fanálbuns e dinamizador da Tertúlia BD de Lisboa), dá a “conhecer” no seu prestigiado blogue “Divulgando Banda Desenhada“, num texto de sua autoria que pode ser visto na íntegra em http://divulgandobd.blogspot.com/2008/03/falando-e-blogues-e-de-banda-desenhada.html

De seguida mostramos as palavras de Geraldes Lino que dão início ao seu post, assim como as palavras usadas para falar do blogue do Tex:

Blogues, Sítios e Portais de Banda DesenhadaA imagem que ilustra este “post” foi realizada pelo meu “velho” amigo João Fazenda (conheço-o desde os onze anos, dele, obviamente, altura em que o pai o levou à sede do, então muito activo, Clube Português de Banda Desenhada).
Esta estupenda composição ilustrava o interessante artigo Um País de Blogues, escrito pelo jornalista Luís Miguel Queirós, no suplemento P2 do jornal Público de 23 de Março, sábado. Reconheço que gostei muito da imagem porque, apesar de ter sido feita para ilustrar um artigo acerca de blogues na generalidade, ela tem muito a ver com BD, o que se nota bem na composição, em especial no uso dos balões, marca totalmente característica e indelével da Figuração Narrativa desde as suas antepassadas filacteras.

E por falar em blogues (por arrasto, na blogosfera),vou estender a postagem também a “sites” e portais, e citar todos os endereços que tenho conhecido, relacionados com o tema “Banda Desenhada“, mesmo que não lhe sejam exclusivamente dedicados.
Aliás basear-me-ei, como núcleo inicial deste trabalho, numa lista que elaborei, relativa ao ano de 2005, para a rubrica Dossiê do sítio da Bedeteca de Lisboa, referente à alínea Movimentos que, desde 1999, está a meu cargo.
Citarei em seguida esse meu texto.

Internet

Sites e blogs portugueses onde se mostra BD ou dela se fala, proliferam, dando-se aqui preferência aos que se centram basicamente no tema.
O painel que se apresenta inclui grande número deles, e em cada um há algo que vale a pena: vinhetas ou pranchas de bedês clássicas ou de cariz alternativo, pormenores inusitados, textos sugestivos, informações inesperadas, pistas de leitura, críticas lúcidas, notas divulgatórias actualizadas, e variados outros aspectos.
Claro que para formar opinião própria acerca de méritos, ou deméritos, dos sítios e blogues bedéfilos, nada melhor do que visitá-los. Por mim, sugiro uns tantos endereços, mas há muitos mais.

Tex Willer Blog

Tex Willerhttp://texwillerblog.com/ – Embora haja muitos bloguistas-bedéfilos portugueses fãs de heróis e super-heróis, julgo que este blogue será o único entre nós dedicado em exclusivo a uma personagem da BD, o “cow-boy” Tex, com a sua eterna camisa amarela (apesar de só a usar nas capas das revistas e dos álbuns, deve ter uma boa quantidade delas, vê-se que são sempre novas…), com longa carreira em Itália e no Brasil, todavia, curiosamente, nunca editado em Portugal.

Os artigos são algumas vezes creditados à equipa que mantém o blogue, mas esporadicamente aparecem assinados. Mário João Marques é um dos articulistas, e José Carlos Francisco já fez algumas entrevistas com bastante interesse, pois dão a conhecer as motivações de grandes coleccionadores texianos. Eventualmente, os coordenadores recorrem a artigos de jornais (exemplo: “De Blueberry a Tex: Colin Wilson no Oeste“, escrito por João Miguel Lameiras no jornal “Diário As Beiras“), ou incluem textos de estudiosos, caso de Jorge Magalhães, e do seu notável trabalho de pesquisa “O Western na Banda Desenhada Portuguesa“, anteriormente integrado em publicação editada no âmbito do 16º Salão Internacional de Banda Desenhada de Moura, em Maio de 2007.
O que só prova que estes bloguistas-texianos estão atentos a tudo quanto mexe nas pradarias, desde que use “colt” e monte a cavalo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *