Antevisão do mítico encontro de Tex Willer com Zagor, que ocorrerá em Dezembro próximo

Mauro Boselli exibe a capa provisória (da autoria de Maurizio Dotti) do team up de Dezembro no Speciale Tex Willer que trará o encontro de Tex Willer com Zagor

Em Dezembro de 2021, num volume italiano verdadeiramente especial, o Speciale Tex Willer #3 (cujo título será “Bandera!“) haverá um encontro entre dois dos maiores ícones bonellianos: Tex Willer e Zagor. Uma aventura que está já a gerar enorme expectativa nos fãs de Tex e de Zagor e que foi idealizada e escrita por Mauro Boselli e desenhada por ninguém menos do que Alessandro Piccinelli, o actual capista de Zagor e um dos baluartes do staff do Ranger que assim volta a participar em mais uma história icónica: o crossover entre Tex Willer e Zagor, depois de ter também desenhado o primeiro team-up de Tex, aventura publicada em Outubro do ano passado, em Itália, no Maxi Tex nº 27 que trouxe então a história “Os três irmãos Bill“, história essa também escrita por Mauro Boselli e desenhada então (magistralmente) por Alessandro Piccinelli (uma aventura em que Tex e Carson encontram os três irmãos Bill, personagens criados nos anos 50 do século passado por Gianluigi Bonelli, que se assemelham muito, como poder de choque, aos dois pards, com os quais primeiro se confrontam e depois se solidarizam em páginas ricas de cenários western, como os bisontes, o ataque à diligência, etc.!)

A história de Tex Willer e Zagor ainda está no segredo dos Deuses, mas hoje, graças a Mauro Boselli, já podemos divulgar ainda antes da legendagem, as primeiras páginas da autoria de Alessandro Piccinelli e onde já se pode ter uma certeza… pronuncia-se uma história memorável!!! Zagor é ambientado entre 1835 e 1839 enquanto as aventuras do jovem Tex desenrolam-se por volta de 1859 e assim sendo o jovem Tex com 21 anos encontrar-se-á com um Zagor a rondar os 50 anos, mais jovem por exemplo do que o Kit Carson nas histórias actuais da série principal de Tex…. fazendo com que seja então plenamente plausível o encontro dos dois heróis cuja acção acontecerá no Texas… mas deixemo-nos de conjecturas e vejamos as deslumbrantes páginas desenhadas por Piccinelli:

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

3 Comentários

  1. Pard José Carlos, se com Tex nem sempre a cronologia é estática, havendo histórias de Kit Willer adulto com o chefe apache Cochise que morreu em 1874. com Zagor onde a s histórias tem mais liberdade no que se refere a datas, vemos Zagor em uma história em que aparece um personagem histórico real que foi pirata e morreu em 1823 e outras histórias de Zagor na década de 1840 e Zagor tem em ambas as histórias a mesma idade, sendo bem jovem.
    Mas como é referido no próprio site da Bonelli sobre Tex; “Alguns eventos da longa vida editorial de Tex são difíceis de conciliar, mas são aceitos porque Tex é uma lenda e as lendas não tem tempo “.
    Aproveito para perguntar quando o general Davis que foi criado por Nizzi, vai voltar a aparecer nas histórias de Tex?

    • É verdade, pard Teodoro, não nos podemos ater à cronologia de Tex e de Zagor devido a muitas incongruências nestas muitas décadas de vida de ambos os personagens, embora verdade seja dita, nos últimos anos, tanto o Boselli (em Tex) assim como o Burattini (em Zagor) tenham tentado respeitar uma cronologia mais rigorosa/criteriosa, mas sendo Banda desenhada a cronologia não é assim tão importante, importante mesmo é criarem boas histórias para nós, leitores, as desfrutarmos e certamente virá aí uma bela aventura… resta-nos aguardar!
      Quanto ao General Davis, sendo um personagem relativamente importante, é certo que regressará no futuro à saga do Ranger… aguardemos e quiçá não seja o próprio Nizzi a trazê-lo novamente à “vida”, até porque ele está novamente a escrever histórias de Tex 😉

  2. Recentemente li em um Grupo de Quadrinhos que se G L Bonelli fosse vivo esse encontro jamais ocorreria, pois ele sempre considerou essa hipótese impossível. Eu amo os dois personagens e felicito Boselli e Piccinelli por essa inciativa. E, é claro, obrigado a você Pard José Carlos por nos presentear com essa prévia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *