Entrevista com o fã e coleccionador: Eder Santos Carvalho

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Eder Santos CarvalhoPara começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Eder Santos Carvalho: Chamo-me Eder Santos Carvalho, nasci em 1980 em Encruzilhada do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, tendo portanto 29 anos. Sou estudante de arquitectura e desenhador técnico, trabalhando num escritório de Engenharia e também desenho para um escritório de topografia. Adoro livros, música, arte, desenho e revistas em quadradinhos. Também tenho um blogue sobre arquitectura e história: http://historiaearquitetura.blogspot.com/

Tex's de Eder Santos CarvalhoQuando nasceu o seu interesse pela Banda Desenhada?
Eder Santos Carvalho: Desde pequeno, quando a minha mãe me incentivava a ler os “gibis” (revistas de banda desenhada) para melhorar o meu aprendizado nos primeiros anos na escola.

Quando descobriu Tex?
Eder Santos Carvalho: Não lembro bem, mas acho que tinha em torno de 11 a 12 anos na época, quando adquiri a primeira revista do Tex. Tinha muitas na colecção, mas infelizmente, acabei emprestando algumas e não me devolveram mais.

Eder Santos Carvalho e a sua paixão por TexPorquê esta paixão por Tex?
Eder Santos Carvalho: Sempre gostei das histórias do oeste americano, dos homens corajosos que forjaram as fronteiras do Texas. E Tex traz tudo isso, é um herói completo. Valente, honesto, guerreiro, justo e amigo dos índios. Também adoro desenho em preto e branco, e as revistas do Tex proporcionam-me isso.

O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Eder Santos Carvalho: Como disse antes, Tex é valente, honesto, amigo dos índios e das pessoas de bem. Tex tem uma certa magia, que o difere dos demais heróis dos quadradinhos.

Colecção de Eder Santos CarvalhoQual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Eder Santos Carvalho: Já tive muitas, mas acabei emprestando algumas e não me devolveram mais. Hoje tenho em torno de 100, mas pretendo em breve aumentar e muito esse número. A mais importante para mim é uma edição gigante, chamada “O Vale do Terror”.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem italiana?
Eder Santos Carvalho: Apenas livros.

Qual o objecto Tex que mais gostava de possuir?
Eder Santos Carvalho: Tinha uma revista, não lembro agora o número, que foi a primeira que adquiri, mas infelizmente emprestei-a e não me devolveram mais. Gostaria de possuir também um póster.

Eder Santos Carvalho e a sua história favorita - O Vale do TerrorQual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Eder Santos Carvalho: A minha história favorita é “O Vale do Terror”. O desenhador que mais gosto é Galep e o argumentista é o Claudio Nizzi.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Eder Santos Carvalho: O que mais me agrada é a coragem de Tex, que não tem medo de enfrentar os perigos, as muitas sequências e acção apresentadas nas histórias, e também seu gatilho que é o mais rápido do Oeste. O que menos me agrada é um pouco de falta de abordagem de assuntos mais íntimos do Ranger, como o relacionamento com o filho e também com uma mulher, acho que Tex deveria casar.

Eder Santos Carvalho desenhando TexEm sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Eder Santos Carvalho: Sua coragem, valentia, amizade com os Navajos, respeito pelos homens de bem e a magia de um herói parecido connosco, pois Tex não tem super poderes, mas sim todas as qualidades que nós gostaríamos também de possuir.

Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Eder Santos Carvalho: Não.

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Eder Santos Carvalho: Tex ainda vai continuar por muito tempo com a sua magia e o seu heroísmo. E não vai aparecer outro herói com ele nos quadradinhos.

Prezado pard Eder Santos Carvalho, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.
(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Qual o objecto Tex que mais gostava de possuir?

2 Comentários

  1. Parabéns, Eder Santos pela entrevista. Tex continuará sendo editado para as novas gerações sim. A prova é ver pessoas jovens como você lendo e colecionando as histórias do nosso Ranger.

  2. Valeu Éder Santos.TEX é tudo isso que tu falou e muito mais.Te indico uma ótima série em quadrinhos que está sendo publicada aqui no Brasil: ESCALPO, pelo selo VERTIGO da DC Comics e editora PANINI COMICS (parceira da Mythos).
    A série foi criada pelo ótimo escritor Jason Aaron e é sobre Dashiel Cavalo Ruim, índio oglala lakota, agente do FBI infiltrado na sua própria reserva indígena, que havia deixado há 15 anos. Ele tem a missão de descobrir evidências contra o chefe Lincoln Corvo vermelho, dono do cassino local e responsável pela rede de crimes e drogas que destrói a tribo.
    A série indicada sai todo mês na revista VERTIGO da PANINI Comics e valemuito a pena.

    Paulo Luciano-Campina Grande-PB
    leiomutarelli@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *