Lucio Filippucci e o processo de criação da capa principal da Revista #13 do Clube Tex Portugal

Após Andrea Venturi (revista nº1), Fabio Civitelli (nº 2), Luca Vannini (nº 3), Enrique Breccia (nº 4), Maurizio Dotti (nº 5), Massimo Rotundo (nº 6), Stefano Biglia (nº 7), Pasquale Del Vecchio (nº 8.), Rossano Rossi (nº 9), Giacomo Danubio (nº 10), Pasquale Frisenda (nº 11) e Alessandro Bocci (nº 12) LUCIO FILIPPUCCI foi o desenhador de Tex que realizou as capas (principal e variante) da edição nº 13 (a lançar neste mês de Dezembro) da revista do Clube Tex Portugal, engrandecendo ainda mais o fantástico naipe de desenhadores do Ranger que se pôs ao serviço do Clube Português dedicado à mítica personagem criada, em 1948, por G. L. Bonelli (texto) e Aurelio Galleppini (arte).

No Estúdio de Lucio Filippucci o nascimento da capa da Revista do Clube Tex Portugal #13

Mas sobre a capa principal, vamos dar a conhecer todo o processo de criação, desde o nascimento (a ideia para a ilustração a criar) até à capa final já com o logótipo da revista, passando pelo esboço inicial, a arte a lápis e arte original com as cores do próprio Filippucci.

O esboço inicial de Lucio Filippucci onde comparece um urso a galope

E comecemos com as palavras do mestre bolonhês relativas à ilustração onde se constata uma bela harmonia do movimento do lobo e do cavalo e o facto de como as nuvens e a floresta equilibram a composição à esquerda: “Eu quis colocar um pouco de vida selvagem.  Quis desenhar um Tex que cavalga com lobos acompanhado por uma águia para evidenciar a união íntima do nosso Ranger com o mundo selvagem, com uma natureza esplêndida a implacável que ele entende e é amigo. Eu também queria incluir um urso na ilustração, mas achei pouco credível que um urso galopasse.“.

Peço desculpa por a ilustração estar um pouco esboçada. Tive menos tempo do que gostaria. Aguardei pelos últimos dias do prazo que me foi concedido, mas o suficiente para fazer um bom trabalho. Então nos últimos dias acontece o inesperado imprevisto e então tive de me apressar. Culpa minha por ser um retardatário.“.

E assim se vê a modéstia e a humildade de Lucio Filippucci porque a ilustração está deveras belíssima e tem recebido os mais rasgados elogios de todos que admiraram a maravilhosa arte “portuguesa”, inclusive o próprio Mauro Boselli, responsável máximo de Tex, que elogiou esta magnífica ilustração que vamos então dar a conhecer com maior profundidade.

O esboço inicial de Lucio Filippucci e a transposição para o lápis

A arte a lápis de Lucio Filippucci para a ilustração da capa principal da Revista #13 do Clube Tex Portugal

A magnífica arte invernal finalizada com as magníficas cores de Lucio Filippucci

A capa principal da revista nº 13 do Clube Tex Portugal com deslumbrante Arte de Lucio Filippucci

(Para aproveitar a extensão completa  das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *