Os PRIMEIROS Esboços/Estudos de Piccinelli para o Especial Tex Willer a ser lançado em Dezembro de 2021, onde Tex encontrará… Zagor

Alessandro Piccinelli

Alessandro Piccinelli realizou recentemente uma história de Tex com os três Bill, personagens da banda desenhada italiana dos anos cinquenta, criados por Gianluigi Bonelli. Mas há uma figura importante da Sergio Bonelli Editore que de há mais de trinta anos que muitos leitores querem ver ao lado do Tex… é o Zagor.

Em Dezembro de 2021, no Especial Tex Willer #3 haverá um encontro entre os dois ícones bonellianos, numa aventura idealizada e escrita por Mauro Boselli e desenhada por ninguém menos do que Alessandro Piccinelli, o actual capista de Zagor e um dos baluartes do staff do Ranger que assim volta a participar em mais uma história icónica: o crossover entre Águia da Noite e Zagor!

A história ainda está no segredo dos Deuses, mas hoje, graças a Mauro Boselli, já podemos divulgar os primeiros esboços/estudos de Alessandro Piccinelli e por eles podemos já tomar conhecimento de algumas participações bem especiais, como por exemplo o Ranger Adam Crane e o seu irmão de sangue Lobo Cinzento, o chefe dos Quahadis Comanches… pronuncia-se uma história memorável!!!

Lobo Cinzento e Rip Ford por Alessandro Piccinelli para o crossover entre Tex e Zagor

Adam Crane e Buck Barry por Alessandro Piccinelli para o crossover entre Tex e Zagor

O jovem Tex Willer por Alessandro Piccinelli

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

13 Comentários

  1. Finalmente! O encontro mais esperado, mais sonhado, comentado e demorado vai acontecer e o Piccinelli é o desenhista certo para conceber essa aventura que já nasce clássica. Mas, afinal, cadê o esboço do Zagor?!

  2. Esse encontro será canônico??? Porque Zagor no mesmo universo de Tex seria validar todas as bizarrices que existem no universo Zagoriano.

  3. Bom, nós todos sabíamos que isso ia acontecer mais cedo ou mais tarde, eu mesmo sempre estive na espera… Tex Willer (a revista) é algo criado pelo próprio Boselli, e portanto pode sim ocasionar este encontro, já faz alguns anos, que Boselli disse que haveria uma Hq onde Tex e Zagor se encontram, (foi no mesmo evento onde ele anunciou o retorno de Lupe a Mexicana – já publicado) enfim, só esperar pra ver.

  4. Bonelli nunca citou em nenhuma história que Tex e Zagor alguma vez tivessem se encontrado, deste modo como disse o pard Antônio Marcos Matias “nada acrescenta de relevância”; e não faz parte das histórias clássicas de Bonelli. O universo de Tex só iria validar o universo de Zagor como disse o pard Guilherme, a história será feita e publicada, mas nada tem a ver com o mundo que Bonelli imaginou para Tex.

  5. Achei interessante. Sobre o problema de validar o universo de Zagor, não me parece nenhum problema, porque o universo de Tex também possui suas bizarrices, como múmias, dinossauros, aliens, etc.

    • Estava pensando nisso, também… Antes de renegarmos, é bom lembrar que Tex também já teve suas boas doses de excentricidades e pelas mãos dos Bonellis, inclusive. E tudo bem!!! Amo os dois personagens e se tem alguém que pode fazer esse encontro dar certo é o grande Boselli (com o Piccinelli melhor ainda), e a Tex Willer também é o lugar certo.

  6. Eu estou com um pressentimento que Tex e Zagor juntos vai ser um fiasco, embora admita que ambos se possam cruzar (ambos são personagens western).
    O que eu acho patético é que Zagor vai ter novas aventuras com o Flash!! Como é que isto é possível?! A BD europeia (e a BD Bonelli) não tem absolutamente nada a ver com as fantochadas da BD americana de super-heróis da Marvel e afins!
    Eu diria que essa ânsia de tentar ganhar mais alguns trocos ao associar-se com os super-heróis da BD americana, ao contrário do que os executivos em Itália esperam, não vai dar em nada e vai ser repelido pela esmagadora maioria dos fãs europeus!
    Há uns dias li algures na Internet alguém que escrevia mais ou menos isto:
    “Agora temos Zagor e Flash?! E a seguir fazem o quê? Martin Mystere e Mandrake? Qualquer dia ainda se atrevem a fazer as aventuras de Tex com a Cicciolina!” 🙂

  7. Se for na série Tex Willer tudo bem.
    Compro mas não leio essa série.
    As histórias de terror, monstros, extraterrestres… do Bonelli pai são autênticas e geniais.

  8. Em Tex o fantástico é sempre em segundo plano, diferente de Zagor que é algo quase priomordial. Por isso acharia de total estranheza os dois personagens compartilharem o mesmo universo, mesmo Tex tendo seus momentos voltado pro lado mais fantasioso. Mas o importante é que essa história seja boa, acho que vai de cada fã considerar ou desconsiderar essa história dentro do universo de Tex, vai de cada um querer ou não consumir a história, eu certamente lerei porque estou muito curioso com o que o Boselli pretende fazer com esse experimento.

  9. A propósito desta história de Tex e Zagor em produção… acontecerá por volta de 1860, quando Tex tinha vinte e poucos anos e Zagor era mais jovem do que o Kit Carson nas histórias actuais. A acção acontecerá no Texas, que é um lugar real, então não vejo problemas e vou certamente aprovar (e adorar) a história…

    • Pard José Carlos, coleciono Tex desde 1974 e Zagor desde 1978, acho que Zagor deveria como muitos outros personagens de quadrinhos ter suas histórias por um período de tempo mesmo que por décadas sem envelhecer (afinal estamos falando de quadrinhos), isto daria ao personagem mais histórias relacionadas a fatos históricos com muitos mais possibilidades de criação por parte de Boselli, Burattini e outros roteiristas. Atualmente as histórias de Zagor se passam entre 1820 e 1840, e se as mesmas fossem entre 1800 e 1860 o personagem teria parte em muito mais eventos históricos e encontros com muito mais personagens históricos reais com possibilidade muito maior também de se conhecer a história e a cultura dos índios antes da conquista total do oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *