Foto-reportagem: Tex, 70 anos de um MITO. Delegação do Clube Tex Portugal visita Exposição no Museu da Permanente, em Milão

Por Carlos Moreira, José Carlos Francisco e Mário João Marques



No passado dia 19 de Janeiro uma delegação do Clube Tex Portugal, composta por José Carlos Francisco, Mário João Marques e Carlos Moreira, visitaram em Milão, Itália, a Exposição “Tex, 70 anos de um mito“, exposição essa que decorreu durante mais de 3 meses (de 2 de Outubro de 2018 até 27 de Janeiro de 2019) no prestigiado Museu da Permanente.  Um evento que homenageou um monumento da banda desenhada italiana, que conseguiu manter-se na crista da onda por tantas décadas, seja no quesito vendas quanto nos corações de tantos apaixonados, inclusive fora das fronteiras italianas, como é o caso destes três pards portugueses que rumaram a Milão unicamente com o propósito de visitar esta grande e única exposição dedicada aos 70 anos de vida de Tex Willer.


Tutelada por Gianni Bono, estudioso histórico da banda desenhada italiana, em colaboração com a redacção da Sergio Bonelli Editore, a exposição mostrou como Tex conseguiu, ano após ano, não somente passar a fazer parte dos hábitos de leitura dos italianos, conquistando diversas gerações, de 1948 até hoje, graças ao seu profundo senso de justiça e à sua inapta generosidade, mas também a tornar-se um herói e um verdadeiro fenómeno de massas, um nome que não necessita de apresentações.


Nos 70 anos da sua história, Tex, o aventureiro, o Ranger, o sábio líder dos índios Navajos, viveu histórias épicas e memoráveis, enfrentou bandidos e malfeitores e salvou tribos índias injustamente perseguidas, cavalgou sobre inúmeras trilhas empoeiradas  do velho Oeste, assim como nos desertos ardentes do México e nas frias regiões do Grande Norte. E inesquecíveis, naturalmente são os desafios com o seu inimigo de sempre: Mefisto, a encarnação do mal. Nesta exposição, graças a desenhos, fotografias, materiais raros, alguns raramente vistos e através de instalações temáticas criadas propositadamente para este evento, a mostra TEX. 70 ANOS DE UM MITO, a mais importante homenagem jamais dedicada a Águia da Noite, percorreu a epopeia de Tex Willer, que é também a da Fronteira Americana, desde a sua criação até aos nossos dias, atravessando os eventos e os personagens da série e os extraordinários artistas do lápis e do pincel que tornaram o Tex no mito que todos nós conhecemos.


A exposição era destinada aos fãs de todas as idades, mas também foi pensada para todos aqueles que queriam abordar pela primeira vez o mundo corajoso e anti-racista de Tex e do seu filho Kit Willer, do simpático Kit Carson e do fiel navajo Jack Tigre. Através das primeiras páginas dos jornais TEX. 70 ANOS DE UM MITO percorreu também 70 anos da história italiana, que realçaram o paralelismo entre as aventuras desenhadas do corajoso Ranger e as aventuras reais da Itália, e oferecerá aos visitantes a ocasião para cavalgar ao lado de Tex através de pradarias, florestas e desertos, do Arizona ao Canadá, do Rio Grande ao Oceano Pacifico, enfrentando com Tex os bandidos e os índios rebeldes, assim como feiticeiros vodu e seitas secretas… e onde Portugal também esteve presente devido a ser um dos 42 países a nível mundial onde Tex foi ou ainda é publicado nestes seus 70 anos de vida editorial, mas mais do que palavras, deixamos-vos com diversas fotos que ilustram esta visita portuguesa acompanhada pelos grandes pards italianos Gianni Petino e Roberto Paravano…


(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. Espectacular! Só de ver as imagens, fiquei impressionado. Se fosse ao vivo, então ainda seria muito melhor! Obrigado por nos terem presenteado com estas belas imagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *