Tex com “Ouro negro”, da Polvo, VENCE O GALARDÃO de MELHOR PUBLICAÇÃO ESTRANGEIRA EM PORTUGAL, na XVI Edição dos Prestigiados Troféus Central Comics

Cartaz da XVI Edição dos Troféus Central Comics realizado por Derradé (com arranjos finais de Nuno Sarabando)

Anunciados no passado dia 28 de Outubro, no canal do Youtube do portal Central Comics, os vencedores dos Troféus Central Comics foram dados a conhecer pelo promotor da iniciativa, Hugo Jesus, nesta que foi a 16ª edição desta consagração portuguesa a obras de banda desenhada e seus autores, onde são os leitores quem determina quem vence.


Depois de em 2014 Tex (da Mythos Editora) ter sido nomeado pela primeira vez para os prestigiados troféus (anuais) da Central Comics (evento de iniciativa privada, que tem sabido adaptar-se às mudanças ao longo dos anos e que entraram este ano na sua XVI edição, e como sempre incidem sob as melhores obras, profissionais e amadoras, e autores publicados em Portugal) e ter logo conquistado o pódio com um honroso terceiro lugar (a Disney Comix acabou por vencer com 35% dos votos, tendo Os Vingadores, da Panini, conquistado o segundo posto com 26%, seguindo-se a pouca distância o Ranger de Bonelli e Galep com 22%) e de em 2015 voltar a ser nomeado e ter conquistado um prestigiante segundo lugar (a Simpsons Comics acabou por vencer com 32% dos votos, seguindo-se uma vez mais a não muita distância o Tex com 25%), seguiu-se em 2016 nova nomeação e novo segundo lugar (a Batman – Novos 52 acabou por vencer com 28% dos votos, seguindo-se uma vez mais o Ranger com 20%), para culminar em 2017 com o título de melhor edição periódica de banda desenhada distribuída em Portugal!

TEX e Polvo Editora VENCEM o prestigiado TROFÉU CENTRAL COMICS na importante categoria MELHOR PUBLICAÇÃO ESTRANGEIRA em Portugal

Este ano Tex foi novamente nomeado para os Troféus Central Comics, mas para uma categoria diferente, mais importante: MELHOR PUBLICAÇÃO ESTRANGEIRA. E nesta categoria “Melhor Publicação Estrangeira” o Ranger italiano teve uma forte concorrência, já que disputava o respectivo Troféu com as publicações A Leoa (G.Floy), Harrow Country vol. 2Duas Vezes Contado (G.Floy), Mulher-Maravilha: Terra Um (Levoir) e One-Punch Man vol. 1 (Devir). Tex por sua vez concorreu com o livro “Ouro negro“, uma publicação da Polvo Editora (chancela de Rui Brito) e que trouxe uma bela história sobre o petróleo, escrita por Gianfranco Manfredi e desenhada por Leomacs.

Tex – Ouro Negro (Polvo)

Tex com “Ouro negro” acabou por vencer com 35,75% dos votos, tendo a Mulher-Maravilha, da Levoir ,conquistado o segundo posto com 24,75%, seguindo-se A Leoa (G.Floy) num honroso terceiro lugar com 14,91%. Na quarta posição tivemos One-Punch Man vol. 1, da Devir, com 12,42%, seguido a pouca distância por Harrow Country vol. 2Duas Vezes Contado (G.Floy), com 12,36% dos votos.

Rui Brito, da Polvo Editora

Rui Brito, da Polvo Editora

A propósito deste honroso prémio pedimos ao editor Rui Brito que nos falasse um pouco do que lhe vai na alma após esta vitória histórica: Um agradecimento a todos os votantes que contribuíram para que o nosso personagem conquistasse este troféu, num feito histórico no nosso país. Quando era miúdo e lia as edições de Tex que nos chegavam de além-mar, estava longe de imaginar que um dia o iria editar em Portugal e muito menos que um desses livros viesse a alcançar uma distinção precisamente no ano em que o personagem assinala o seu 70º aniversário!“.

Também o argumentista Gianfranco Manfredi fez questão de nos confidenciar: “Estou muito feliz por este prémio e quero agradecer a todos os leitores.

 

Ouro Negro, Polvo 2017, arte de Leomacs, texto de Manfredi

Para ver todas as percentagens e posições do pódio em todas as categorias, assim como as palavras dirigidas a Tex e à sua vitória, vejam o vídeo do directo realizado por Hugo Jesus:

3 Comentários

  1. Parabéns!!

    Aposta plenamente ganha pela Polvo! Que continue a nos brindar com estas edições!

  2. Prêmio merecido. A capa desse volume está muito bonita: o poente sob o petróleo a jorrar com as principais personagens da história.
    Nos 70 anos de Tex, o troféu vai para… …a Polvo Editora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *