Após a vitória o ano passado na categoria MELHOR EDIÇÃO PERIÓDICA EM PORTUGAL, Tex Willer está a disputar o título de MELHOR PUBLICAÇÃO ESTRANGEIRA (com o livro “Ouro negro” de Manfredi e Leomacs, lançamento da Polvo) na XVI Edição dos Prestigiados Troféus Central Comics

Terminada a votação inicial para selecção dos nomeados finais, já começou, o escrutínio público para determinar quais foram as melhores obras e autores publicados em Portugal durante o ano de 2017, segundo as preferências do grande público. Mais uma vez, cabe a cada um de vocês, prezados leitores, eleger os seus favoritos, pois no Troféus Central Comics, é o leitor quem manda – sem inscrições nem registos, e de forma anónima.

Cartaz da XVI Edição dos Troféus Central Comics realizado por Derradé (com arranjos finais de Nuno Sarabando)

Entre as 16 categorias actuais, encontram-se obras que são candidatas óbvias e outras que são agradáveis surpresas, para além de clássicos internacionais e apostas portuguesas, desde a excelência comercial ao talento independente. O mercado nacional de BD está de boa saúde, com edições de grande qualidade por parte de talentosos autores, mas o TCC só contempla 5 nomeações por categoria, pelo que estes foram os nomeados finais que a maioria dos votantes decidiu eleger.

Assim sendo, já está a decorrer a votação para os prestigiados TROFÉUS CENTRAL COMICS, evento de iniciativa privada (mais uma vez promovidas pelo portal Central Comics), que tem sabido adaptar-se às mudanças ao longo dos anos e que entram na XVI edição e como sempre incidem sob as melhores obras, profissionais e amadoras, e autores publicados em Portugal no ano transacto.


Depois de em 2014 Tex (da Mythos Editora) ter sido nomeado pela primeira vez para os prestigiados troféus (anuais) da Central Comics e ter logo conquistado o pódio com um honroso terceiro lugar (a Disney Comix acabou por vencer com 35% dos votos, tendo Os Vingadores, da Panini, conquistado o segundo posto com 26%, seguindo-se a pouca distância o Ranger de Bonelli e Galep com 22%) e de em 2015 voltar a ser nomeado e ter conquistado um prestigiante segundo lugar (a Simpsons Comics acabou por vencer com 32% dos votos, seguindo-se uma vez mais a não muita distância o Tex com 25%), seguiu-se em 2016 nova nomeação e novo segundo lugar (a Batman – Novos 52 acabou por vencer com 28% dos votos, seguindo-se uma vez mais o Ranger com 20%), culminando em 2017 com o título de MELHOR EDIÇÃO PERIÓDICA DE BANDA DESENHADA DISTRIBUÍDA EM PORTUGAL!

Tex – Ouro Negro (Polvo)

Este ano Tex uma vez mais foi eleito para disputar a fase final, mas desta vez para uma categoria mais importante: MELHOR PUBLICAÇÃO ESTRANGEIRA.

Rui Brito, da Polvo Editora

E Tex vai concorrer com o livro “Ouro negro“, uma publicação da Polvo Editora (chancela de Rui Brito) e que traz uma bela história sobre o petróleo, escrita por Gianfranco Manfredi e desenhada por Leomacs. Será uma disputa difícil, até atendendo aos “adversários” mas Tex está sempre pronto para a luta e para a vitória e desta vez contará com a ajuda dos fãs e coleccionadores do Ranger para ajudarem a vencer o troféu, já que não deixarão de ir votar em Tex Willer no portal Central Comics.

Na categoria “Melhor Publicação Estrangeira” o Ranger italiano tem uma forte concorrência, já que disputa o respectivo Troféu com as publicações A Leoa (G.Floy), Harrow Country vol. 2Duas Vezes Contado (G.Floy), Mulher-Maravilha: Terra Um (Levoir) e One-Punch Man vol. 1 (Devir).

O blogue português do Tex e o Clube Tex Portugal, único Clube em Portugal dedicado exclusivamente a um herói da BD, e o primeiro Clube oficial de Tex no mundo, apelam a todos os fãs e coleccionadores portugueses do Tex que participem nesta nobre e importante iniciativa, votando no Ranger de Bonelli e Galep caso considerem ser merecedor do Troféu.

Ouro Negro, Polvo 2017, arte de Leomacs, texto de Manfredi

Este ano o período de votação decorre até à meia-noite de 22 de Outubro de 2018.

Como sempre, NÃO É NECESSÁRIO REGISTO PARA PARTICIPAR;
IMPORTANTE: Após votar na primeira categoria, irá aparecer automaticamente a segunda categoria, depois a terceira, e assim por diante. Se não quiser votar na categoria que surge, clique em NS/NS (Não sabe/não responde)

(Para aproveitar a extensão completa  das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *