As Leituras do Pedro: Tex Graphic Novel #3 – Drama no Deserto

As Leituras do Pedro*

Drama no Deserto
Tex Graphic Novel #3
Mauro Boselli (argumento)
Angelo Stano (desenho)
Mythos Editora, Junho de 2017
205 x 275 mm, 48 p., cor, capa mole
R$ 29,90 / 10,00 €

Tiro ao lado

Fugir aos princípios basilares, quase sempre resulta mal.
É o que acontece com Drama no Deserto, apesar da presença tutelar de Mauro Boselli e do veterano Angelo Stano.

Esta colecção – (mal) rebaptizada Tex Graphic Novel no Brasil – com formato de álbum franco-belga, para convencer autores de nomeada externos a Tex, que não queriam ficar amarrados (muitos) meses às edições tradicionais com uma ou duas centenas de pranchas, foi criada para possibilitar desempenhos gráficos diferentes e para explorar outro tipo de narrativas. Este Drama no Deserto acaba por não satisfazer em ambos os aspectos.


Na verdade, depois das conseguidas abordagens de Paolo Eleuteri Serpieri e de Mario Alberti, é pelo lado gráfico que os ‘tiros’ começam a falhar o alvo. Capista de Dylan Dog, com passagens esporádicas por esta série, o desenhador revela aqui um traço demasiado irregular – ou tão só inadequado para um registo mais realista que o de Dylan Dog e para um formato maior? – que alterna bons pormenores com momentos quase incipientes, falhas na expressividade dos rostos e aqui e ali na proporção do corpo humano e na excessiva simplificação de alguns cenários.


A história de Mauro Boselli – que tem assinado alguns dos mais interessantes relatos de Tex nos últimos anos – narra-nos, em paralelo, a busca de um tesouro por um bando de foragidos e a perseguição que lhes é movida por Tex e Jack Tigre para recuperarem a refém, esposa de um xerife, que fizeram, mas fá-lo com uma abordagem convencional e quase linear, apesar de dois pormenores interessantes. Refiro-me, sem querer estragar a leitura, à componente fantástica do relato e ao comportamento da refém, que convenientemente explorados – e principalmente justificados – poderiam conferir um outro interesse à obra.


*Pedro Cleto, Porto, Portugal, 1964; engenheiro químico de formação, leitor, crítico, divulgador (também no Jornal de Notícias), coleccionador (de figuras) de BD por vocação e também autor do blogue As Leituras do Pedro

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *