Jornal Região Bairradina noticia a 3ª Mostra do Clube Tex Portugal realizada no Museu do Vinho Bairrada com ENTREVISTA a José Carlos Francisco

Jornal Região Bairradina, de 04/05/2016
Texto da secção Bairrada
Anadia
Inês Maia de Almeida

Clube Tex Portugal reúne pela terceira vez no Museu do Vinho Bairrada

Jornal Região Bairradina noticia a 3ª Mostra do Clube Tex Portugal realizada no Museu do Vinho Bairrada com ENTREVISTA a José Carlos Francisco

O Clube Tex Portugal reuniu, nos passados dias 23 e 24 de Abril, centenas de amantes daquela banda desenhada. O evento decorreu no Museu do Vinho Bairrada e, para além do público bairradino e nacional, reuniu diversos fãs de outros países. Segundo José Carlos Francisco, responsável pelo clube, o balanço não podia ser mais positivo, facto que se deve também à presença de dois dos mais consagrados desenhadores italianos, como são Massimo Rotundo e Maurizio Dotti.

Que balanço faz da mostra deste ano?
O balanço desta terceira mostra do Clube Tex Portugal, realizada uma vez mais no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, é extremamente positivo a todos os níveis, sobretudo porque foi mais um grande evento que atraiu centenas de amantes da banda desenhada em geral e da personagem Tex em particular, à capital da Bairrada, mas sobretudo pelo feedback recebido por parte dos convidados internacionais assim como pelos muitos elogios transmitidos pelos visitantes que durante os dois dias puderam assistir e participar, entre outras coisas, a conversas, sessões de autógrafos e de desenho ao vivo, mas especialmente ao lançamento, pela Polvo Editora, da edição “Tempestade sobre Galveston”, uma excelente obra escrita por Pasquale Ruju e magnificamente desenhada por Massimo Rotundo, naquele que foi o segundo volume da colecção Tex Romance Gráfico. E seguramente a diversidade e excelência da programação, aliada à presença de dois dos mais consagrados desenhadores italianos, como são Massimo Rotundo e Maurizio Dotti, foi um dos pilares para o sucesso desta terceira mostra, onde se destacaram também a excelente atmosfera e o belo ambiente vivido num fim de semana verdadeiramente texiano.

Observa-se um crescimento do interesse do público a cada ano que passa?
Sem dúvida! Essa foi aliás a maior constatação feita de imediato aquando da cerimónia de inauguração desta 3ª mostra, quando se verificou que o auditório do Museu do Vinho Bairrada estava completamente esgotado com diversas pessoas a terem que assistir de pé aos discursos e apresentações da praxe. A grande divulgação feita pela imprensa nacional, mas também internacional, foi também muito importante para o aumento do público já que há cada vez mais gente a tomar conhecimento do evento e prova disso é que tivemos duas dezenas de visitantes oriundos da Itália, Espanha, Holanda e Brasil, assim como de pessoas vindas de todo o país, o que originou que os estabelecimentos hoteleiros de Anadia lotassem, levando muitos visitantes a alojarem-se na Curia e até na Mealhada. O que se observa é que quem veio às edições anteriores regressa novamente e a esse número acresce quem vem pela primeira vez fazendo com que a tendência seja um aumento de público a cada novo ano, inclusive as gentes de Anadia cada vez nos brindam mais com a sua presença, motivados certamente pelo facto de poderem assistir a um acontecimento cultural de nível internacional realizado na sua região.

Qual foi o feedback dos autores presentes na mostra?
Ambos os autores, agradavelmente surpreendidos tanto no que diz respeito à recepção quanto à organização, elogiaram a eficiente organização do evento, considerando mesmo tratar-se de uma manifestação profissional e muito bem organizada, ao nível dos melhores eventos similares realizados na Itália, com uma sequência de acontecimentos (apresentações, debates, workshop) muito bem estudada, destacando ainda o carinho e a paixão sentida pelo público português, muito atento não só ao desenhador mas também à pessoa, agradecendo a cordialidade e generosidade recebida por parte do público presente que tornou este evento inesquecível para ambos devido sobretudo ao enorme calor humano vivenciado em Anadia, mas o que mais os impressionou na mostra portuguesa foi a escolha do local, o Museu do Vinho Bairrada, elegante e significativo ao mesmo tempo. Ao mesmo tempo ambos prometeram regressar novamente ao nosso país, num período de férias, para poderem desfrutar com mais tempo e disponibilidade as belezas ímpares da nossa região.

E do público?
O feedback do público foi  intenso, bastante positivo e de extrema importância além de bem recompensador, comprovando que estamos no bom caminho e dando ainda mais estímulo para fazermos mais e melhor nos próximos anos, havendo uma grande interacção do público com os autores que cativaram toda a gente com a sua simpatia e simplicidade. Para nós, da organização, foi um verdadeiro prazer constatar que as pessoas, inclusive os responsáveis pelo município, apreciaram o trabalho que fizemos em prol da banda desenhada e da própria região, prometendo voltar nos próximos eventos após um fim de semana muito bem passado na companhia de muitos outros fãs e coleccionadores de Tex.

Qual considera ter sido o ponto alto da mostra?
Esta mostra de 2016 teve, felizmente, muitos pontos altos tais como a presença dos desenhadores italianos, as exposições pessoais de ambos os autores, o lançamento do livro “Tempestade sobre Galveston”, mas sem dúvida alguma que o ponto mais alto foi a cerimónia de inauguração onde para além dos autores estiveram presentes as mais altas personalidades do município de Anadia e a própria direcção do Museu, assim como um elevado número de pessoas que encheram literalmente o belo auditório, comprovando logo ali que iríamos ter mais um estrondoso êxito.


O Clube tem mais alguma actividade programada a curto/médio prazo?
A curto/médio prazo, ou seja ainda este ano, vamos ter já em Junho, o lançamento, em exclusivo para cerca de 150 sócios, da revista nº 5 do clube, uma revista de estudo da personagem, que é cobiçada em todo o mundo, inclusive por ter a colaboração de muitos autores e onde destacamos a publicação, pela primeira vez a cores, da história “A presa”, escrita por Mauro Boselli e desenhada por Fabio Civitelli, com a devida autorização da editora italiana e que certamente será mais um grande êxito para o clube. Como o magazine do clube é semestral, no final do ano teremos o lançamento da edição nº 6, que ocorrerá em Dezembro no convívio natalício a realizar no Cacém e onde deveremos contar com a presença de mais um desenhador italiano do staff de Tex.

O público pode já pensar na quarta mostra do clube em Anadia?
Pode e deve porque já estamos a trabalhar na edição do próximo ano a realizar novamente no Museu do Vinho Bairrada e que trará novamente dois dos mais consagrados desenhadores de Tex à capital da Bairrada, mas certamente será uma mostra ainda com mais público e sobretudo com mais público jovem, tendo em conta que nesta 3ª mostra o município de Anadia e a direcção do Museu lançaram um importante desafio ao Clube Tex Portugal, desafio esse em que consiste em levar o Tex às escolas do município e que a direcção do Clube Tex Portugal aceitou de pronto porque é muito importante “ensinar” os nossos jovens a adquirirem o gosto pela leitura e aproximar os nossos jovens alunos do livro, promovendo, também desta forma, a leitura e o livro. E a banda desenhada em geral e o Tex em particular, apesar de não ser uma leitura integralmente para jovens, pode ser um bom instrumento nesse sentido. Outro grande acontecimento previsto para a quarta mostra do clube, será a exposição de cerca de 40 obras resultantes de um concurso de desenho que será levado a cabo pelo clube com o apoio do Município de Anadia e do Museu do Vinho Bairrada, cujo tema será o “Tex e o vinho” e que certamente contará com a adesão de participantes não somente de Portugal mas também de outros países onde Tex é conhecido, levando assim ainda mais longe o nome de Anadia.


Copyright: © 2016 Jornal Região Bairradina & Inês Maia de Almeida

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *