Tertúlias TEXianas na capital da Bairrada tiveram as participações de Pasquale Frisenda e Stefano Biglia

Tertúlias TEXianas na capital da Bairrada

tiveram as participações de

Pasquale Frisenda e Stefano Biglia

Por José Carlos Francisco (texto), Cristina Costa Amaral, Joana Gonçalves, Marco Guerra e Orlando Santos Silva (fotos)

Mesa da Tertúlia Texiana na Nova Casa dos Leitões recheada de pards com as presenças de Pasquale Frisenda e Stefano Biglia

Nos dois dias da 2ª Mostra do Clube Tex Portugal, mais precisamente nos dias 9 e 10 de Maio, realizaram-se, no que ao Tex diz respeito, várias Tertúlias Texianas que chegaram a juntar numa única mesa quase 50 pessoas em duas alongadas mesas no restaurante Nova Casa dos Leitões situado no Peneireiro, Mealhada e que contaram com as presenças dos desenhadores Pasquale Frisenda e Stefano Biglia.


Mas para além dessa grandiosa tertúlia TEXiana ocorrida na noite de 9 de Maio, duas outras extra-oficiais também com bom número de participantes ocorreram em casa de José Carlos Francisco, na Malaposta, mais em concreto nos almoços de sábado 9 e domingo 10, a primeiro com a presença dos dois autores enquanto esta última já somente com a participação de Stefano Biglia e da sua esposa Valeria Lantermino.


As Tertúlias Texianas, sobretudo a integrada na própria programação do evento, foram seguramente um motivo mais para atrair alguns fãs e coleccionadores de Tex até Anadia de modo a poderem desfrutar de um maior espaço temporal junto de muitos outros fãs e coleccionadores de Tex, mas sobretudo de Pasquale Frisenda e Stefano Biglia, já que os autores italianos tinham confirmado há muito a sua presença na principal Tertúlia integrada na 2ª Mostra do Clube Tex Portugal.

Tertúlia Texiana à mesa

Como o próprio nome diz, a Tertúlia é na sua essência uma reunião de amigos com pelo menos um gosto em comum, que se reúnem de forma mais ou menos regular, para discutir vários temas e assuntos, embora em Anadia e por motivos óbvios, tudo se concentrava em redor de Tex e de Pasquale Frisenda e Stefano Biglia, daí ser denominada Tertúlia Texiana, já que no fundo todos os presentes eram (são) apaixonados pela personagem Tex Willer.

Tertúlia Texiana à mesa

E foram verdadeiras Tertúlias Texianas na real acepção da palavra, porque no quesito “Tertúlia” para além dos fãs e coleccionadores de Tex, acompanharam-nos em muitos casos as respectivas famílias e no quesito “Texiana” porque todas as conversas iam parar a Tex e também porque nas faustas refeições  não faltaram sequer os famosos bifes de dois dedos de altura cobertos por uma montanha de batatas fritas… mesmo estando na Bairrada onde o leitão assado é rei e senhor à mesa!

Um brinde a Tex!

(Para aproveitar a extensão completa das fotos acima, clique nas mesmas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *