Entrevista com o fã e coleccionador: Trond Stien

Entrevista conduzida por Francisco Borges.

Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Trond Stien: Eu sou um rapaz de 55 anos de idade, natural de Bergen, na Noruega e trabalho no hospital de Bergen, onde sou enfermeiro. E também sou um viciado condutor de motos que gosta de viajar ao redor do mundo com a minha moto. No Verão de 2013 fiz um grande percurso para Gibraltar e Portugal com a minha moto.

Quando é que teve início esta paixão pela Banda Desenhada, em especial pelo Tex?
Trond Stien: O meu primeiro encontro com os quadradinhos foi quando eu ainda era muito jovem, mais precisamente no inicio dos anos sessenta, muito antes de eu saber ler. Eu sempre preferi os quadradinhos western porque cresci com filmes de western no cinema e na televisão como Zorro, Hopalong Cassidy, Roy Rogers, Gunsmoke, Bonanza, etc.
O meu primeiro encontro com Tex foi em 1971, quando foi apresentado com a sua própria revista de banda desenhada na Noruega. Eu amei a personagem desde o inicio. Na década de 50 saiu uma série de Tex em uma revista  juntamente com muitas outras personagens, mas o Ranger estava longe dos quadradinhos da Noruega até 1971 quando ele conseguiu a sua própria revista. Hoje em dia existem quatro revistas diferentes de Tex na Noruega.

Porquê o Tex e não outra personagem?
Trond Stien: Oh, não é só Tex, mas ele é o meu favorito. Um outro que gosto muito é o Tenente Blueberry, outra preferência é Morgan Kane,  uma revista de western exclusivamente norueguesa com o escritor e o desenhador naturais da Noruega.

O que Tex representa para si?
Trond Stien: A figura de Tex representa o anti-racismo, a justiça, a luta entre o bem e o mal, o destemor e a imprudência, já a banda desenhada de Tex representa humor, seriedade, história, emoção, havendo na minha opinião boas e más histórias consoante os desenhos.

Qual o total de revistas de Tex que tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Trond Stien: Eu tenho 637 revistas de Tex e faltam-me apenas 28 para ter a colecção completa. Não existe um exemplar mais importante que outro, eu aprecio cada um deles.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem?
Trond Stien: Não, eu colecciono todo o tipo de revistas de banda desenhada, mas prefiro as revistas aos quadradinhos do género western. Possuo ao todo cerca de 5300 revistas de banda desenhada na minha colecção, e cerca de 4000 itens (brinquedos) do mundo das personagens e revistas de banda desenhada. O mais velho é um par de bonecas Katzenjammer de 1915. E tenho, claro, alguns itens de Tex, não somente bonecos mas também brinquedos.

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Trond Stien: Esta é uma pergunta difícil, uma das boas historias é Sulla Pista di Fort Apache (Na pista de Forte Apache) ou Mescalero,  o título na revista norueguesa. Foi escrita por Mauro Boselli e desenhada por José Ortiz, eu não aprecio a arte de desenhar do Ortiz mas a história está excelente.
Lucio Filippucci e Claudio Villa são dois artistas que eu particularmente gosto e os dois melhores escritores são Claudio Nizzi e Mauro Boselli. Eu estou muito curioso com a nova artista feminina, Laura Zuccheri, o pouco que vi parece muito promissor.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Trond Stien: Eu não sou apreciador das histórias no Grande Norte (com neve) porque eu vivo no Norte da Europa e odeio a neve (…risos…), as melhores histórias para mim são quando os quatro pards actuam juntos pois dá outra dimensão à história.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que ele é?
Trond Stien: Ele não faz distinção entre a cor da pele e para Tex um cretino é sempre um cretino. A sua visão da justiça é uma necessidade na sociedade de hoje.

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Trond Stien: Hum, o que eu posso responder a uma pergunta como essa? Claro que eu espero que Tex continue e que constantemente tenha bons desenhadores e bons escritores e que a sua popularidade continue a crescer. E espero também que seja realizado um bom filme com actores de qualidade. O meu sonho é que o Peter Jackson seja o realizador.

Prezado pard Trond Stien, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu..

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

10 Comentários

  1. Muito legal o blog trazer até nós as novidades de um país distante onde o Tex tem presença garantida. Eles da Noruega devem adorar as paisagens do Arizona.
    Prazer conhecer o nobre Trond Stein, texiano da gema. Se quiser trocar alguma revista do Tex da Noruega com uma revista do Tex do Brasil, contacte-me pelo mail g.g.carsan@gmail.com e já convido para adicionar no facebook: gege carsan
    Abraço e parabéns pela belíssima bibliotex.

  2. Excelente entrevista, fiquei curioso sobre as outras BDs que o sr. Trond Stien tem em seu acervo.

  3. Alguém poderia me dizer se na Noruega existe uma série regular como no Brasil, ou se a maioria das histórias já foi publicada?

    • Em 1971, a Bonelli aposta forte no mercado nórdico, expandindo Tex até à Noruega, país onde ainda hoje continua a ser publicado tanto na série regular, como nas restantes edições especiais (Maxi, Almanaques, Texoni, Tex em cores, etc.)…

  4. Gracias José Carlos.
    Tex Willer in Norway is published in 4 different releases under following name: Tex Willer, Maxi Tex, Tex in color and Tex Willer Special. Almanaques is publised in the ordernary Tex Willer.
    I have about 5300 Comics and and westerns represents about 2,000
    The shelf you see in the picture has 21 shelves, and only 3 of them are not western, but I have 2 other shelf. One like the one in the picture and another lower one.
    The Comics I have is much Norwegian Comics – made by Norwegian artist, but I have also Comics like Modesty Blaise, Corto Maltese, Asterix, Conan, Beetley Bailey, The Phantom, Joe Bar Team, Tintin, Spirou, Prince Valiant, Bone, James Bond, Blacksad, Star Wars, War Comics, Disney etc.
    The western part is of course Tex Willer with other titles like Blueberry, Lucky Luke, Gunsmoke, Bonanza, Morgan Kane (Norwegian), Les Bleus, Red Kelly, Jonah Hex, Silver Arrow and many many more.
    I hope this was a bit help, but do not hesitate to add me in Facebook and send me a PM. I can answer with pictures there 🙂

  5. Interessante notar, pela sua entrevista, que os valores que levam as pessoas a admirar a personagem são idênticos em várias partes do mundo. Eu, ao contrário de você, gosto muito das aventuras que ocorrem no gelo canadense. Mora no Sul do Brasil, uma região bem temperada, com as quatro estações bem definidas, mas neve é algo muito raro por aqui.

Responder a Glenn Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *