Entrevista com o fã e coleccionador: Marcos Felipe Picoli

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Marcos Felipe Picoli: Nasci na cidade brasileira de Planalto, no Estado do Rio Grande do Sul, no dia 3 de Junho de 1996 e profissionalmente sou repositor de loja.

Quando nasceu o seu interesse pela Banda Desenhada? E quando descobriu Tex?
Marcos Felipe Picoli: Descobri a banda desenhada precisamente com Tex. Foi em 2005 quando o meu pai me deu o meu primeiro exemplar de Tex. Tratou-se de O diadema indígena e desde 2005 que venho lendo e coleccionando todos os quadradinhos relacionados a Tex que eu adquiro.

Porquê esta paixão por Tex?
Marcos Felipe Picoli: Bem, como não amar? São belas histórias com lindos traços e em cada vinheta você se depara com uma nova aventura e novos desafios, sempre conhecendo personagens inesquecíveis.

O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Marcos Felipe Picoli: Para começar sempre fui fã de Velho Oeste desde jogos a filmes, então uma banda desenhada com um herói que sempre busca justiça não importando se tenha que usar métodos um pouco mais pesados para alcançar o bem sempre será uma óptima leitura.

Qual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Marcos Felipe Picoli: Olha, já passei das 250 revistas. Acho que pelo tempo que colecciono já é uma bela quantidade. A revista mais importante para mim entre várias que amo deve ser a da história Fuga de Alcatraz pois acho uma bela história com momentos marcantes.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem italiana?
Marcos Felipe Picoli: Para além das revistas, é claro, também colecciono livros, pósters, chaveiros e até tenho um marcador de páginas.

Qual o objecto Tex que mais gosta de possuir?
Marcos Felipe Picoli: Penso que a revista póster Tex número 1, mas também o Tex Ouro com a Fuga de Alcatraz.

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Marcos Felipe Picoli: A minha história favorita de Tex é precisamente Fuga de Alcatraz. Gosto muito do trabalho do Claudio Nizzi na escrita e do Claudio Villa nos desenhos.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Marcos Felipe Picoli: De positivo é o estilo das histórias e principalmente os protagonistas, não vejo um ponto negativo.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Marcos Felipe Picoli: É o jeito como ele age perante as dificuldades e desafios que ele tem que enfrentar e também a maneira que ele trata cada pessoa sejam os vilões ou os mocinhos.

Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Marcos Felipe Picoli: Infelizmente aqui na minha cidade existem poucas pessoas que gostam de Tex, pelo menos que eu conheça, mas os poucos que existem eu procuro manter contacto.

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Marcos Felipe Picoli: Espero ver ele crescendo cada vez mais e também mais pessoas se unindo para levar nosso amado Ranger cada vez mais longe.

Prezado pard Marcos Felipe Picoli, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

6 Comentários

  1. Parabéns pards, Marcos Picoli pela entrevista e ZECA pela condução e por mostrar ao mundo sempre os fãs de nosso herói. É muito bom ver jovens lendo Tex. Isso mostra que outras gerações continuarão com este hábito saudável. VIVA TEX WILLER!!!

  2. Caro Pard Marcos Picoli,

    Estimado sócio do Fã Clube Tex Brasil,

    Você tá com moral hein? rsrsrs
    Entrevistado pelo ícone Zeca e cumprimentado pelo outro ícone Rouxinol do Rinaré (também sócio do Fã Clube Tex Brasil)… rsrs
    Muito legal sua entrevista, amigo. Ela nos dá a certeza de que nosso herói sessentão e seus pards não morrerão com minha geração… rsrsrs
    Grande abraço.

    José Leonardus, Presidente do Conselho Deliberativo do Fã Clube Tex Brasil

  3. Belíssima entrevista desse jovem pard, lembro que tinha menos que sua idade quando fui influenciado por esse ranger fantástico, o Tex Willer.
    E você Marcos tá de parabéns, tão jovem e já muito participativo, já tem vários itens colecionaveis, já é sócio destaque no Clube Tex Brasil, tudo isso significa que nosso ranger está sendo bem representado pela nova geração.
    Parabéns e vida longa a Tex, ao Clube Tex Brasil e a todos os texianos.

  4. Que legal ver a nova geração abraçando o nosso ranger, pessoas especiais e de muito bom gosto.

    Foi um prazer conhecer o amigo pelo facebook e ter entre minhas “amizades virtuais”.

    Um grande entusiasta do Tex Willer e dos filmes de Western.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *