Tex, inspirado em G. G. Carsan, por Marino Silverio Felipetto

Tex, inspirado em G. G. Carsan,
.
por Marino Silverio Felipetto

Por José Carlos Francisco

Marino Silverio Felipetto (que tem um pequeno negócio, onde é desenhador gráfico e trabalha com a comunicação visual) é um gaúcho de Esteio no Rio Grande do Sul, no Brasil, que lê as edições brasileiras de Tex desde 1973 e cujo primeiro exemplar do Ranger que leu foi “O Corcel Sagrado” (Editora Vecchi), conforme se pode constatar lendo a entrevista exclusiva que concedeu em Agosto de 2012 ao nosso blogue e que pode ser lida clicando AQUI, sempre gostou de rabiscar, sobretudo o género faroeste, e para mostrar uma vez mais o seu dom a todos os nossos leitores, enviou ao blogue português do Tex um desenho de Tex que tem a particularidade de ter sido inspirado no Tex brasileiro de carne e osso, o famoso G. G. Carsan, como pode ser constatado de seguida:

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

9 Comentários

  1. Ficou muito legal a homenagem amigo, parabéns por seu desenho e parabéns ao GG que, convenhamos, merece realmente uma homenagem, por sempre levantar a bandeira em favor do nosso Tex e da Mythos, em tempos que a qualidade do papel ou o tamanho da revista é mais importante que o conteúdo das histórias.

  2. Ops… o conteúdo das histórias é que permite a longevidade de Tex, porque há muitos personagens com bom papel e formato excelente e não vingam, já Tex até em formatinho e papel jornal é o sucesso que todos sabemos 😉

  3. Concordo com você amigo Zeca, eu não penso assim, mas infelizmente é o pensamento da maioria das pessoas que se fazem ouvir na internet. Sorte do ranger e nossa que quem compra e prestigia as coleções não pensa assim, senão em 3 meses estaria cancelado Tex em bancas no Brasil.

  4. O amigo Marino Silverio Felipetto poderia fazer uma homenagem personalizada, fazendo uma montagem que inclua o Gege Carsan, o José Carlos Francisco e também o Sergio Bonelli e o Dorival da Mythos, cada um caracterizado como um personagem de Tex? (minha sugestão é o Dorival como Kit Carson, hehe). Se não for pedir demais seria uma belíssima homenagem.

    Conforme consta nessa imagem os outros:

  5. Eu estava de férias na minha Terra Natal – Alecrim RS – e, tão grande minha surpresa ao deparar-me com esta postagem! Um grande abraço ao amigo Zeca, e atenderei o pedido do Daniel com grande satisfação! Será uma honra poder caracterizar esses personagens! Um abração a todos vocês, e obrigado pela valorização do meu trabalho! Obrigado, Zeca!

  6. Latino, Daniel e Rodolpho, obrigado pelas palavras.
    Daniel, concordo em género com o Zeca, pois já disse e repito, Tex pode vir em pergaminho ou palha de bananeira, é bom e eu consumirei. O papel é só o veículo. Mas lógico que respeito a sua opinião, pois cada cliente tem um gosto. Um compra pela cor, outro pela embalagem, outro pelo conteúdo, outra pelo status, outro pelo cheiro, outro pela necessidade, outro porque alguém compra, etc e tal e tals. Agora se não fosse bom, não haveria papel no mundo que sustentasse 60 anos nas bancas. Você sabe disso. Mas eu confirmo, reforço, assino em baixo. E aproveito para agradecer pela sua sugestão que me proporcionou mais um grande momento no desenho final feito pelo pard abaixo citado.
    Na verdade, Latino, o Tex é que me inspira e o pard Filipetto apenas usou uma dessas poses clássicas e diria inédita para situar o seu desenho. Aliás, num momento de grande júbilo, quando subia para a mesa da Fundação Casa de José Américo para o lançamento do livro Tex no Brasil – Justiça a Qualquer Preço.
    Eis o desenho sugerido:

    Kit Willer (Sergio Bonelli), Jack Tigre (José Carlos Francisco), Kit Carson (Dorival Vitor Lopes) e Tex (G. G. Carsan), por Marino Silverio Felipetto

    Um abraço!!!

  7. Poxa GG, você me entendeu ao contrário, eu lhe elogiei por levantar a bandeira da Mythos enquanto a maioria das pessoas ficam mais preocupadas com centímetros a mais no formato da revista ou na espessura da capa ou outros detalhes bobos que em nada mudam o fato dos desenhos serem maravilhosos e os roteiros cinematográficos.
    Inclusive em minha entrevista eu critiquei essa postura dos fãs e disse que isso é o que mais me desmotiva na comunidade online.

    E parabéns ao amigo Felipetto por estar desenhando os pards, está ficando legal a homenagem. Até nome completo de desenhista de Tex Italiano ele tem!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *