Tex Willer, Ivo Milazzo, José Ortiz e Claudio Nizzi premiados em Espanha

Tex, Ivo Milazzo, José Ortiz e Claudio Nizzi
.
premiados em Espanha

Cartaz do XXXVII Salon Internacional del Comic del Principado de Asturias

De 2 a 5 de Outubro de 2013, em Gijon, Espanha, realizou-se o XXXVII Salon Internacional del Comic del Principado de Asturias, tendo igualmente decorrido a XXIX edição dos prestigiados Prémios Haxtur, prémios esses onde Tex Willer e alguns dos seus autores foram agraciados com diversos troféus.


Como melhor história publicada em Espanha durante o ano, o júri atribuiu no dia 5 de Outubro o prémio não a uma história, mas sim a duas (ambas de Tex), devido a um empate. As melhores histórias publicadas então em Espanha foram Tex. Sangre en Colorado (Sangue no Colorado) de Claudio Nizzi e Ivo Milazzo e Tex. El gran robo (O grande roubo) também de Claudio Nizzi mas desenhada pelo espanhol José Ortiz, ambas as edições com o selo da editora Aleta.

Ivo Milazzo e o prémio Haxtur para melhor desenhador

Mas os prémios conseguidos por Tex neste evento espanhol não se ficaram por aqui, pois Tex também venceu na categoria “Melhor desenho“, podendo afirmar-se convictamente que Tex Willer este ano foi o grande vencedor de tão prestigiados prémios. O vencedor foi o italiano Ivo Milazzo, devido à história Tex. Sangre en Colorado (Sangue no Colorado).

José Ortiz e o prémio Haxtur ao autor mais amado

José Ortiz também venceu numa das categorias mais especiais e ambicionadas pelos autores: “Premio Haxtur al autor que amamos“, prémio que mostra bem a consideração e estima que o decano desenhador espanhol tem por parte dos seus admiradores espanhóis, prémio esse que deu ainda mais realce a Tex Willer, já que actualmente José Ortiz é um dos expoentes máximos do staff do Ranger.

José Ortiz desenhando para um seu fã perante a atenção de Ivo Milazzo

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas):

5 Comentários

  1. É o que digo. Milazzo é um puta desenhista e os espanhóis souberam reconhecê-lo. Aqui seu Texone foi dos mais criticados, tsk, tsk…

  2. Que venham em TEXones em Cores para eu poder ler …
    A Aleta faz um trabalho ímpar com as edições Bonelli na España, e não mede esforços para estar entre as mais premiadas.

    Que um dia o Brasil, longe da crise que afeta a España, desperte e passe a ter edições à altura das publicadas por lá (acabamento, tamanho e preço condizente).

    Vida longa à TEX.

  3. Tex, realmente, é um s h o w de espetáculo lá na Itália!!
    Quem dera que fosse assim também aqui no Brasil!…
    Mas temos a gloriosa editora Mythos… quem sabe um dia?! Talvez essa seja a hora… com essa maravilhosa coleção de Tex a cores: um verdadeiro c o l í r i o pros meus olhos!!!
    Tex é Tex!!!
    O resto… é resto!!

  4. José Ortiz e Ivo Milazzo são dois autores de Banda Desenhada renomados mundialmente e estão entre os meus prediletos.
    A Espanha produz historietas de alta qualidade, entre as quais aquelas texianas.

  5. É curioso ver um herói da envergadura de Tex Willer associado a uma editora espanhola com o nome da mulher do Príncipe Valente… como se houvesse um cruzamento de mitos e de êxitos intemporais, num legado já com mais de 60 anos!
    E para os seus fãs é admirável ver Ortiz e Milazzo, ainda com um ar tão vigoroso, a palestrar e a desenhar autógrafos, como se a idade também não lhes pesasse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *