Andrea Venturi pelos caminhos da Bairrada

Andrea Venturi pelos caminhos da Bairrada

Por José Carlos Francisco

Andrea Venturi e José Carlos Francisco tendo por trás a Câmara Municipal de Anadia

A Bairrada é uma região situada na Beira Litoral, em Portugal, que compreende os concelhos de Mealhada, Anadia, Cantanhede, Águeda e Oliveira do Bairro, caracterizando-se essencialmente pela forte produção vitivinícola, sob a denominação Bairrada e sendo também considerada Região Demarcada, bem como pelo afamado Leitão Assado à Bairrada.

Andrea Venturi e José Carlos Francisco na Praça Visconde de Seabra em Anadia

E foram pelos caminhos da Bairrada que o afamado desenhador italiano de Tex, Andrea Venturi de seu nome, passeou no passado dia 10 de Agosto de 2013 na companhia do seu pard José Carlos Francisco e filha Ana Beatriz antes de rumar a Viseu onde a inauguração do 18º Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu o aguardava pelas 17 horas.

Andrea Venturi e José Carlos Francisco tendo por trás o Tribunal de Anadia

A oportunidade de dar a conhecer um pouco da região Bairradina a Andrea Venturi prendeu-se com o facto do desenhador italiano ter ficado hospedado na Malaposta, QG de Tex em Portugal. O passeio aconteceu precisamente na capital da Bairrada, Anadia, uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Aveiro, região Centro e sub-região do Baixo Vouga, com cerca de 3.034 habitantes. A cidade de Anadia está inserida na freguesia de Arcos. Lugares desta freguesia: Anadia, Arcos, Famalicão e Malaposta. Anadia é ainda sede de um município com 216,64 km² de área e 31 422 habitantes.

Uma pausa de Andrea Venturi e Ana Beatriz para matar a sede

Tradição ou lenda refere que o seu topónimo proviria de Ana Dias, proprietária de extensa vinha na periferia da povoação. O vinho produzido, de óptima qualidade, era por ela vendido junto da estrada de Coimbra, o que lhe granjeara tal fama, que o seu nome ficaria ligado a esta terra para sempre: Ana Dias, Ana Dia, Anadia.

Aproveitando a presença de Andrea Venturi em Anadia, a visita ao Museu Benfiquista da mãe de José Carlos Francisco, a dona Maria Nazaré Pereira era ponto de paragem obrigatório. Toda a família é benfiquista, inclusive a pequena Ana Beatriz, mas o fervor e a paixão de Maria Nazaré Pereira pelo Benfica, Clube único de entre os demais, nobre na fundação, percurso e filosofia, aberto a todas as almas, indiferente à pobreza ou à riqueza é tão grande, grande demais para caber apenas no seu coração que ao longo dos anos foi juntando uma panóplia dos mais diversificados adereços benfiquistas a ponto de hoje em dia ter um verdadeiro Museu Benfiquista na Bairrada.

Andrea Venturi, Maria Nazaré e José Carlos Francisco no Museu Benfiquista da mãe de José Carlos

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. Os meus mais sinceros parabéns, gostei muito do que li, principalmente pelo museu da Srª Maria Nazaré, pelo que vejo é um autêntica “obra de arte”, uma verdadeira paixão, uma benfiquista de verdade.
    O blogue do Tex está de parabéns e em grande, cada vez está a crescer mais, não só de revistas se fala aqui, mas sim de muitas amizades, paixões, dedicações, estimas.
    Um grande abraço amigo,
    Marco Avelar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *