Tex no XV Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu

Texto da revista-catálogo do XV Salão Internacional de Viseu (22 a 30 de Setembro de 2007)

Coleccionar a Banda Desenhada

Catálogo do XV Salão Internacional de Banda Desenhada de ViseuColeccionar implica sempre um de dois estados de espírito: gosto pelas peças em si ou investimento. O que não quer dizer que os dois não se possam conciliar“.
Estas palavras de Pedro Cleto ajudam a compreender o significado desta exposição sobre coleccionismo e banda desenhada, que surge no seguimento da exposição do XIV salão internacional de banda desenhada de Viseu, onde a fantástica colecção do amigo José Carlos Francisco (Anadia) sobre o herói do western TEX WILLER ajudou a projectar a colecção para voos inesperados.

O mercado é abundante de “propostas coleccionáveis”, desde as próprias séries numeradas de revistas, passando por todo o género de artigos mais ou menos interessantes, que afligem por vezes os bolsos dos interessados em enriquecer o mundo mágico das suas colecções.

Coleccionar a Banda DesenhadaNa sequência das comemorações do centenário do Hergé, lembrou-se o Gicav de enriquecer o salão de 2007 com uma exposição de uma parte da colecção privada de artigos relacionados com o TINTIM, propriedade do colaborador e amigo António Mata, arquitecto e amante da banda desenhada em Viseu.

Coleccionar é aprender, é enriquecer o nosso campo cultural e crítico; coleccionar a banda desenahda é enriquecer o mundo deste género artístico, completar a sua dimensão narrativa com outras expressões e formas de comunicação. Esperamos que aprenda algo sobre o universo Tintim com esta mostra, a visitar na Biblioteca Municipal, junto à BDteca Luiz Beira.

Copyright: © 2007 XV Salão Internacional de Viseu

Decorreu neste sábado último, dia 22 de Setembro, a inauguração do XV Salão Internacional de Viseu e como não podia deixar de ser, o blogue português do Tex, esteve presente, neste que foi o primeiro Salão em Portugal, a realizar uma mostra de Tex, mostra essa ocorrida em 2005, onde Tex “esteve presente” através da colecção pessoal de José Carlos Francisco e de uma exposição dedicada à serie Tex Gigante, onde foi possível, ver, pranchas de todos os consagrados desenhadores, que trabalharam nessa colecção de Tex.

De seguida, mostramo-vos algumas fotos da cerimónia da inauguração, relembrando que o Salão decorre até ao dia 22, pelo que recomendamos uma visita a este que é um dos principais eventos quadrinhísticos do nosso país!

Cerimónia da inauguração - Foto 1Cerimónia da inauguração - Foto 2

Quem visitar o Salão, poderá ver uma fantástica (como pode ser visto nas fotos abaixo) colecção de Tintim, propriedade do coleccionador António Mata:

Cerimónia da inauguração - Foto 3Cerimónia da inauguração - Foto 4

Cerimónia da inauguração - Foto 5Cerimónia da inauguração - Foto 6

Cerimónia da inauguração - Foto 7Cerimónia da inauguração - Foto 8

No salão internacional de BD de Viseu, que tem por tema “O humor na Banda Desenhada”, mestre Artur Correia (na foto abaixo, do lado esquerdo) é o veterano homenageado pelo que muito justamente recebeu o respectivo troféu Anim’Arte. É também Artur Correia, o autor do cartaz desta edição, onde poderão ser vistos muitos dos seus trabalhos. O homenageado do Salão deste ano, da geração mais nova é o Sergei (na foto abaixo, do lado direito), que também recebeu o respectivo troféu. De seu nome Paulo Sérgio Sequeira Teixeira, Sergei nasceu na capital de Moçambique a 20 de Fevereiro de 1970. Em Portugal dedicou-se ao cartoon, à caricatura e à banda desenhada. A sua arte gráfica também pode ser vista no Salão de Viseu, através de vários trabalhos expostos.

Cerimónia da inauguração - Foto 9Cerimónia da inauguração - Foto 10

Carlos Rico (na foto do lado esquerdo, abaixo, ao centro, entre Luís Filipe e José Carlos Francisco e Artur Correia e Luiz Beira) e Álvaro, são outros dois autores que podem ser apreciados através de alguns dos seus trabalhos, em Viseu, já que a organização do evento, decidiu reunir numa exposição três autores/criadores portugueses com uma ligação muito forte ao humor da piada à portuguesa, com enfoque nas particularidades regionais, como é o caso da piada alentejana (ou sobre alentejanos).
Em Viseu também está patente ao público a exposição “Portfólio”, uma proposta específica do autor José Abrantes para o Salão de Viseu. Este trabalho realça a produção de José Abrantes dispersa por jornais e revistas ao longo de três décadas.
Na foto abaixo, do lado direito, podem ser vistos da esquerda para a direita: Carlos Almeida, Sergei, Luiz Beira, Jorge Machado-Dias (editor do BDJornal), Artur Correia e Luís Filipe.

Cerimónia da inauguração - Foto 11Cerimónia da inauguração - Foto 12

Após a inauguração do Salão, os presentes na Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva, tiveram o privilégio de verem a apresentação do jornalista especializado em banda desenhada, Pedro Cleto (na foto abaixo), subordinada à temática “Coleccionismo e BD”.

Cerimónia da inauguração - Foto 13Cerimónia da inauguração - Foto 14

De seguida, apresentamos mais algumas fotografias tiradas no dia da inauguração do Salão.
Na foto da esquerda, em pé, José Carlos Francisco, Luiz Beira e Luís Filipe; sentado, Sergei.
Na foto da direita, o texiano Luiz Beira.

Cerimónia da inauguração - Foto 15Cerimónia da inauguração - Foto 16

Segue-se do lado esquerdo, o BDJornal bem representado, através dos seus mais ilustres responsáveis; Jorge Machado-Dias e Clara Botelho, ambos mais à direita na foto.
Na foto da direita, Tintim entre José Carlos Francisco e Luiz Beira.

Cerimónia da inauguração - Foto 17Cerimónia da inauguração - Foto 18

Finalizamos a reportagem com uma foto de José Carlos Francisco com Pedro Cleto e na última foto, aguns desenhos mais, para a colecção privada de José Carlos Francisco, com destaque para um desenho da autoria de Carlos Rico, que juntou num só desenho, as duas grandes paixões de José Carlos.

Cerimónia da inauguração - Foto 19Cerimónia da inauguração - Foto 20


Texto e fotografias, de José Carlos Francisco
(Para aproveitar a extensão completa das fotos, clique nas mesmas)

Um comentário

  1. A toda a equipa do GICAV (em especial ao Luís Filipe e ao Carlos Alberto Almeida), um forte abraço de incentivo por mais este salão Viseu BD, que acontece porque a muita carolice e o muito querer foram mais fortes do que os poucos apoios e o desinteresse de quem deveria ter a responsabilidade de não deixar que este projecto chegue ao fim. Eu acredito que isso não vai suceder e, por isso, faço votos para que em 2009 o salão tenha ainda mais sucesso!
    Força Viseu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *