Entrevista com o fã e coleccionador: Altair Santos

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.

Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Altair Santos: Eu chamo-me Altair Santos, nasci em Serra dos Carajás no Pará, Brasil, em 26 de Agosto de 1988.

Quando nasceu o seu interesse pela Banda Desenhada?
Altair Santos: Quando eu ainda tinha 13 anos, peguei uma revista do Tex que  estava no sofá e comecei a ler e até hoje tenho esse costume.

Quando descobriu Tex?
Altair Santos: Quando eu era criança, apenas folheava as revistas do meu pai, só gostava dos desenhos das capas e nada mais.

Porquê esta paixão por Tex?
Altair Santos: Porque os roteiros são muito bons e eu reparei que as histórias têm um pouco de tudo e são baseadas também em alguns factos reais, tais como: uma droga da China chamada ópio, as guerras civis dos Estados Unidos, e eu gostei da criatividade dos escritores e desenhadores.

O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Altair Santos: Ele difere na capacidade de criar ideias para resolver situações, apesar dele não ter poderes, Tex é muito determinado e imbatível, mas não deixa de apresentar a sua honestidade.

Qual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Altair Santos: Um pouco mais de 200 revistas, eu valorizo mais as antigas, que têm as melhores histórias.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem italiana?
Altair Santos: Para além de Tex, eu também gosto muito de livros, tenho vários.

Qual o objecto Tex que mais gostava de possuir?
Altair Santos: Somente as revistas da colecção.

Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Altair Santos: É a história “São Francisco” que foi publicada nas edições nº 98 e 99 da série normal e em Tex Coleção nº 206 a 208. Depois de Galep e G. L. Bonelli eu aprecio muito os desenhadores Fabio Civitelli e Claudio Villa e o argumentista Claudio Nizzi.

O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?
Altair Santos: Agradam-me mais as partes de acção e violência contra os vilões. Não me agradam nada as apresentações de palavrões e outros nomes inadequados que não deveriam existir em uma revista muito vendida e querida.

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Altair Santos: São os mais de 60 anos de aventuras e criatividade.

Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Altair Santos: Eu gosto de comunicar-me com outros leitores de Tex, mas não é costume, é raridade, infelizmente. 

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Altair Santos: Com muitas surpresas e histórias mais avançadas.

Prezado pard Altair Santos, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

14 Comentários

  1. Parabéns, amigo! Imagino o grau de dificuldade que deve enfrentar para poder adquirir as revistas aí no grande Norte.

  2. Grande Felipe, é bom ver os jovens colecionando o ranger mais famoso do mundo, continue assim, e muitos Tex para você.

  3. Olá Altair, parabens pela coleção e a sua irmã tambem, que tambem gosta de TEX. Gostei da sua entrevista, simples, mas com coração… sei a dificuldade de colecionar, principalmente ai por essas bandas no norte!!! Gostaria que me enviasse seu endereço completo para que eu possa lhe enviar alguns BrindeTEX!!!! Pode ser aqui neste tópico.

  4. Miguel, sabe que eu também gostaria de receber alguns brindes Tex? Pois, aqui nas bandas do sul também amamos Tex e seus pards.

  5. Olá Lucas… quem sabe não tem alguma coisa para você por aqui!!! Mande seu endereço!! Por MP ou aqui.

  6. Olá,amigos, muito obrigado por escreverem e gostarem de ler Tex igual eu, agradeço muito também a Miguel Zinelli.
    O meu endereço é:
    Travessa Tiradentes nº22, centro – Abade – Curuçá – PA
    CEP: 68750.000
    Parabéns a todos e abraços.

  7. Altair… sua encomenda está nos correios para retirar: RE584488371BR.
    Se algum PARD tiver contato avise, caso contrário ela volta, OK?

  8. Oi Miguel, te agradeço muito pelas revistas que você enviou.

    Já estou lendo e curtindo cada história antiga que eu não deixo de gostar.

    Desde já, envio uma montanha de abraços e saúde a você.

    Até mais.

    A minha irmã quer se cmunicar com você. Você pode enviar um email pra ela? É marlisantos18@yahoo.com.br

  9. Olá Altair… fico feliz que tenha gostado… e já enviei um e-mail a sua irmâ!! Abraços e boa leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *