Falecimento de Francesco Gamba, desenhador de Tex

Por José Carlos Francisco

FRANCESCO GAMBA (1926-2012)

Francesco Gamba, histórico  colaborador da editora Bonelli que entre muitos outros personagens, ilustrou alguns dos mais célebres da popular editora italiana, entre os quais Tex, Zagor e Il Piccolo Ranger (O Pequeno Ranger) faleceu em Milão nesta segunda-feira, dia 13 de Fevereiro, após uma breve doença.

Francesco Gamba nasceu em La Spezia a 15 de Outubro de 1926, iniciando a sua carreira em 1947 com as Edizioni Alpe, desenhando entre outros Razzo Bill. Trabalhou depois para Casarotti, realizando vários episódios de Yorga (textos de G. L. Bonelli), e para a Mondadori (Pecos Bill, de 1950 a 1954).

Em 1956 iniciou a sua contínua e duradoura ligação com a família Bonelli nas então Edizioni Audace de Tea Bonelli; é o período de Terry, Yado, e Rocky Star, as duas primeiras, séries escritas por Gianluigi Bonelli e a última da autoria de Andrea Lavezzolo. Em 1958 foi a vez de Il Piccolo Ranger, empenho ao qual Gamba se dedicou por mais de vinte anos. Colaborou entretanto nessa altura em Zagor e, mais esporadicamente em Tex onde mesmo assim ainda desenhou mais de 1.000 páginas.

Gamba realizou também alguns episódios de River Bill (textos de Guido Nolitta e Mauro Boselli) e os especiais dedicados ao engraçado parceiro mexicano do Espírito da Machadinha, o famoso Chico, deixando deste modo uma marca indelével na história da banda desenhada popular italiana.

Segue-se numa produção da Zagor TV uma reconstrução da carreira artística de Francesco Gamba:

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

7 Comentários

  1. Salvo engano, daquela equipe original do Tex, restaram apenas o grande Ticci, e o aposentado Fusco. Gamba foi um excelente desenhista, um autêntico colaborador num time de vencedores.

  2. Depois do criador, nos deixa um dos grandes nomes que ajudaram a transformar O Espírito da Machadinha no ícone dos quadrinhos que é hoje (e Chico também, diga-se de passagem!), ele próprio um ícone por si só. É como se Sergio precisasse de um desenhista para as histórias que está escrevendo nas grandes e verdejantes planícies onde se encontra. Na verdade, tenho certeza que foi isso mesmo! Vai em paz, Gamba! Sua missão foi cumprida plenamente!

  3. Uma notícia muito triste saber do falecimento de um grande e histórico desenhador de Tex. Os meus sentimentos aos amigos e familares.

  4. O que que é isso? A Bonelli está montando uma filial no céu?
    Como sempre venho falando, esses caras deveriam ser imortais… Mas Deus é quem está no controle.
    Meu pêsames à todos familiares, amigos e fãs de seu trabalho, a qual também me incluo.

  5. Puxa, essa havia passado batida por mim! Ainda bem que eu checo notícias antigas…

    Gamba na minha opinião era simplesmente o pior de todos os desenhistas de Tex! Mas era um artista dedicado e marcou época, várias histórias que ele ilustrou encantaram e encantam a nós a cada releitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *