BDjornal #28: Um número IMPERDÍVEL e OBRIGATÓRIO para todo e qualquer fã e coleccionador de Tex que se preze

Para conhecimento dos amantes da 9ª Arte e em especial para os fãs e coleccionadores portugueses (e brasileiros) de Tex, informamos que  o BDjornal #28 será posto à venda neste mês de Outubro e para todo e qualquer fã e coleccionador de Tex é um número VERDADEIRAMENTE  IMPERDÍVEL e que não pode deixar de ser mais um item obrigatório na colecção de todo e qualquer TEXIANO que se preze, pois dele constam inúmeras páginas dedicadas a Tex Willer, com destaque para a primeira parte daquele que será seguramente o MAIOR e MAIS COMPLETO trabalho (da autoria de Jorge Machado-Dias) A NÍVEL MUNDIAL dedicado a TODOS, mas literalmente TODOS (até aqueles que você prezado Texiano nunca ouviu falar) os DESENHADORES DE TEX (inclusive trazendo os seus ensaios biográficos) ao longo da saga com mais de 63 anos anos de vida editorial.

Mas este BDjornal #28, que seguramente seria mais um a ser muito elogiado por Sergio Bonelli se o destino não o tivesse levado precocemente, traz também DUAS FANTÁSTICAS PÁGINAS INÉDITAS (NUM RIGOROSO EXCLUSIVO MUNDIAL) DO TEX GIGANTE QUE FABIO CIVITELLI ESTÁ A ULTIMAR e que será publicado em 2012. É a primeira vez que a SBE autoriza a publicação de páginas deste Tex Gigante, autorização dada quando Sergio Bonelli ainda estava vivo, pois nem sequer na Itália, Sergio Bonelli tinha autorizado a publicação de uma única página desta história escrita por Mauro Boselli e que está a ser desenhada por Fabio Civitelli.

Mas este número 28 do BDjornal traz ainda uma GRANDE ENTREVISTA com FABIO CIVITELLI, onde o consagrado desenhador italiano fala inclusive da sua recente passagem pelo Salão de Viseu e do carinho e afecto de que foi alvo uma vez mais em Portugal, assim como do prestigiado prémio Anim’Arte recebido. Trata-se também de uma entrevista IMPERDÍVEL.

 

EDITORIAL DO BDjornal # 28:

No dia 26 de Setembro, enquanto realizávamos uma última pesquisa na Internet, para o trabalho sobre Os Desenhadores de Tex, encontrámos a página online do diário italiano La Republicca dando a notícia da morte, nesse mesmo dia, de Sergio Bonelli, o editor de Tex. Foi uma notícia inesperada e, sobretudo amarga. Se bem que não conhecêssemos pessoalmente Sergio Bonelli, é certo que ele sempre acarinhou o BDjornal, com referências elogiosas nos seus editoriais das revistas de Tex, tendo mesmo chegado a escrever-nos uma gentil carta de agradecimento, aquando da edição do BDjornal #24, sobre os 60 anos de Tex em 2008, enviada por intermédio de José Carlos Francisco. Pelo trabalho que realizou ao longo da vida, como argumentista e sobretudo como editor, Sergio Bonelli conquistou a estima e admiração de milhões de leitores de fumetti por esse mundo fora, deixando uma empresa, conhecida como a fábrica dos sonhos que, continuando a trabalhar respeitando as premissas que ele estabeleceu, perpetuará o seu nome ad eternum. Usando uma expressão em latim, que exprime o que cada um sente numa altura destas: Requiescat in pace!

Esta edição apresenta a entrevista que se impunha, com o Vereador da Cultura da Câmara da Amadora, dr. António Moreira, sobre questões prementes do Festival de BD da Amadora, na companhia do arqº Nelson Dona, director deste Festival, que permite uma visão previlegiada dos meandros do agora intitulado Amadora BD. O Vereador, não se eximindo a nenhuma resposta, foi incisivo e esclarecedor sobre questões até agora mantidas no “segredo dos deuses”, como os custos do Festival, mas não só.

Julio Shimamoto, um autor brasileiro descendente de uma nobre família samurai do Japão, e (também por isso) popularizado no Brasil como o samurai dos quadrinhos, chega-nos por intermédio de Wagner Macedo, que conseguiu o longo e interessantíssimo monólogo biográfico que publicamos. Shimamoto, hoje com 72 anos, percorreu um naco da história do Brasil e conta-nos todo esse percurso e como ele influenciou a sua trajectória no mundo da banda desenhada brasileira. Iniciando a carreira com uma espécie de tirocínio com o português emigrado Jayme Cortez, passou pela nacionalização dos quadrinhos e os movimentos de autores a ela associados, pela publicidade e ilustração, até a uma pacificação de espírito de que diz gozar hoje em dia, que o leva, sobretudo, a querer aprender. Dele publicamos as dez página iniciais de Musashi, história de um garoto japonês que se tornou samurai…

Destaque ainda para o texto de João Miguel Lameiras sobre Vitor Péon, considerado o mais produtivo autor português da sua época e que parece meio esquecido actualmente.

Leonardo De Sá pesquisou e reconstituiu a verdadeira biografia de António Cerveira Pinto, um artista meteórico do início do século XX, falecido aos 16 anos, mas com uma actividade artística precoce e muito activa, participando numa série de revistas que viriam a ser o berço do então emergente movimento modernista em Portugal. É o resultado dessa pesquisa que se publica nesta edição do BDj.

De refeir ainda a publicação integral de O Mensageiro no Deserto, banda desenhada de Diniz Conefrey de 1989. Por outro lado e infelizmente, Selma Pimentel não conseguiu terminar a sua história Samira 2 para esta edição.

J. Machado-Dias

SUMÁRIO

4 – ENTREVISTA COM O VEREADOR DA CULTURA DA CÂMARA DA AMADORA SOBRE O AMADORA BD, J. Machado-Dias
10 – VITOR PÉON, João Miguel Lameiras
18 – INTRODUÇÃO A JULIO SHIMAMOTO, Wagner Macedo e J. Machado-Dias
19 – UM SAMURAI NA BANDA DESENHADA BRASILEIRA, Julio Shimamoto
28 – BD – MUSASHI, texto de desenhos de Julio Y. Shimamoto
38 – ÁLVARO CERVEIRA PINTO – A SUA BIOGRAFIA VERDADEIRA, Leonardo De Sá
41 – A SELVA, Diniz Conefrey
43 – BD – O MENSAGEIRO NO DESERTO, texto e desenhos de Diniz Conefrey
55 – BD – CENSURADO, texto de Wilson Vieira, desenhos de Aloísio de Castro
61 – BD – EXTORSÃO, Texto de Wilson Vieira, desenhos de Daniel Brandão
71 – AORESENTAÇÃO DE ANDRÉ TORAL, J. Machado-Dias
72 – BD – O CARRASCO DA MOOCA, Texto e desenhos de André Toral
76 – BD – O TRADUTOR, texto e desenhos de André Toral
78 – UNE NUIT DE PLEINE LUNE, Pedro Cleto
79 – VIEILLES CANAILLES – INTEGRALE, Pedro Cleto
80 – LE PERROQUET DES BATIGNOLLES, Pedro Cleto
81 – RAZÕES DO DESAPREÇO DA EXPRESSÃO 9ª ARTE, Pedro Vieira Moura
87 – ENTREVISTA COM FABIO CIVITELLI, José Carlos Francisco
92 – OS DESENHADORES DE TEX, J. Machado-Dias

102 – VOYAGER – ENTREVISTA COM RUI RAMOS, J. Machado-Dias
104 – FESTIVAL DE COMICS DE BARCELONA 2011, Diogo Campos
105 – FESTIVAL INTERNACIONAL DE BANDA DESENHADA DE BEJA 2011, Diogo Campos
104 – ANIPOP MATSURI #2, Pedro Trabuco


COLABORAÇÕES
Aloísio de Castro, André Toral, Clara Botelho, Daniel Brandão, Diniz Conefrey, Diogo Campos, Edgar Indalécio Smaniotto, João Miguel Lameiras, José Carlos Francisco, Julio Y. Shimamoto, Leonardo De Sá, Pedro Cleto, Pedro Trabuco, Pedro Vieira Moura, Wagner Macedo, Wilson Vieira.

BANDAS DESENHADAS
Aloísio de Castro, André Toral, Daniel Brandão, Diniz Conefrey, Julio Y. Shimamoto e Wilson Vieira.

O BDjornal tem o formato de 275 x 205 mm e contém neste número 106 páginas em impressão digital, capa em cartolina de 200 gramas plastificada brilhante e com papel do miolo de 115 gramas, com tiragem limitada e distribuição centrada nas lojas especializadas, com um custo de 8,00 €.

Por tudo isso, prezado pard não deixe de comprar esta edição do BDjornal, uma vez que se pode considerar um verdadeiro item de coleccionador de Tex! Para o adquirir recomendamos o contacto via e-mail (bdjornal@gmail.com) com o editor Jorge Machado-Dias (até porque quase seguramente esta edição do BDJornal se ESGOTARÁ, tal como aconteceu com a edição número 24, a única esgotada até agora), mas caso seja um leitor oriundo do Brasil, temos uma boa notícia a dar-lhe:

O BDjornal #28 estará à venda na
.
Redwood Comic, Nova Iguaçu,
.
Rio de Janeiro

Como o BDJornal tem cada vez mais leitores no Brasil, muito por causa das constantes matérias dedicadas a Tex, mas não só, visando facilitar a aquisição a esses leitores, informamos que os BDjornal #25, #26 e #27 já estão à venda no Brasil (e o BDjornal #28 estará em breve), na loja online Redwood Comics, de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Eis aqui os links directos para compra:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-158804543-bdjornal-25-importada-redwood-_JM

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-162802109-bdjornal-26-importada-redwood-_JM

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-189543808-bdjornal-27-importada-redwood-_JM

Fica muito mais barato para os compradores brasileiros – porque a Redwood compra em quantidade, o que permite reduzir os custos de envio de Portugal para o Brasil e o tempo de envio, comprando no próprio Brasil, deve ser também muito menor do que comprar directamente a Portugal, ou seja, é só vantagens… mas o melhor mesmo é fazer já a sua reserva porque depois pode ser tarde…


Copyright: © 2011 BDJornal; J. Machado-Dias

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. Estou muito feliz e honrado de ter uma história em quadrinhos desenhada por mim publicada em uma revista tão respeitada. Estou muito grato!!!

  2. Realmente uma edição imperdível. Parabéns ao Jorge Machado-Dias por dar destaque a Tex, com matérias que o público de língua portuguesa tem carência. E parabéns também ao Zeca pela entrevista e pela autorizações junto à SBE para divulgar-nos com exclusividade as artes de um álbum que está ainda por vir.

  3. Com tanta coisa boa nesta edição + o mestre Shimamoto não tem como não comprar mais uma edição do BDJornal.
    Jorge Machado-Dias + Zeca Willer só podia dar coisa boa!
    Sucessão, “proceis“!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *