As fotos da inauguração das exposições dedicadas a Tex na Gibicon de Curitiba, Brasil

Por José Carlos Francisco

Na passada sexta-feira, dia 15 de Julho, pelas 20 horas ocorreu no Memorial de Curitiba, integrada na primeira Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba, a GIBICON número zero, a inauguração da Mostra inédita no Brasil, cedida pela Editora Bonelli, vinda directamente da Itália, “A Lenda de Tex” que contou com a presença dos dois consagrados autores de Tex Willer presentes no evento: Fabio Civitelli e Lucio Filippucci. A Mostra propriamente dita conta com diversas páginas de histórias e releituras de Tex feitas por artistas de diversas nacionalidades. Na mesma ocasião e no mesmo espaço foi também inaugurada a Mostra “Tex Brasileiro“, a exposição colectiva de releituras da personagem Tex feitas por autores de todo o Brasil como Mike Deodato Jr, Pablo Meyer, Odyr, Sama, Carlos Paul, Bira Dantas, Fulvio Pacheco, José Aguiar, Paixão, entre outros.

Para dar uma pequena ideia da grandiosidade do acontecimento, o blogue do Tex divulga de seguida algumas fotos da ocasião, fotos essas da autoria do Coletivo Ponto 50:

(Para aproveitar a extensão completa das fotografias acima, clique nas mesmas)

13 Comentários

  1. Vale lembrar que dá para ver em detalhe algumas das imagens dessas exposições no site da Gibicon. Só descobri agora.

    Como o site está meio esquisito, fica a dica: clicar em “programação”, depois em “exposições”, rolar a página até chegar nos itens sobre o Tex e clicar nos thumbnails. A imagem abre numa visualização em javascript, bastando clicar nas setas (que só aparecem ao passar o cursor sobre as laterais da imagem) para navegar pelas outras artes.

    http://gibicon.com.br/

  2. Caros amigos, uma curiosidade para todos os fãs que lerem o Correio do Tex nº 500: Os dois que aparecem na foto 17 com o Civitelli são os responsáveis pela empreitada descrita ali, haja dinheiro…
    Abraços.

  3. Valdivino, você está falando dos irmãos Piana – um dos que passei o e-mail para o Zeca, o João Biana, na fila de autógrafos no sábado, conversamos bastante, dei o toque para falarem (João e a Esposa) com o Gervásio – o que fizeram, uma matéria em breve, rsrs!! – e falei claro, do Blog do TEX, aqui com o pard Zeca, e pelo que me disseram , o irmão, tem a fazenda e foram juntando a paixão por TEX mais o turismo rural.

    PS: Claro, que disse para eles, entrarem em contato com a embaixada italiana, tentarem uma nova leva turística italiana, como na época do Mister No (história sobre o Pantanal) e não esquecer deste grande Herói que vivia por estas bandas!!

    Reiterei que é uma ideia fenomenal e sem dúvidas, de sucesso – ainda mais, lá em Bonito/MS-, creio que falei disto, num dos tópicos do TEXBR sobre termos uma Capital do TEX Brasil afora, totalmente caracterizada!!

    PS II: Faltou um TEC (Tex Colorido) lá no quadrado com as edições – na exposição -, não?

  4. Amigo Valdivino, já editei a mensagem do pard Wilson (de modo a todos perceberem), pois ele quando escreveu “TEC” referia-se ao novo Tex em Cores 😉

  5. Caros amigos, não resta a menor dúvida que foi um super sucesso a Gibicon 0, bem a altura do Tex.

    Podemos afirmar, guiados pelas imagens e pelos relatos, que foi um trabalho fantástico dos timoneiros Dorival e Júlio, para reunir num só espaço (temporal) os dois fenomenais desenhistas italianos, o vasto material texiano oficial e os desenhos de brasileiros, e muitos fãs de vários estados e redondezas.

    E não bastasse isso, a repercussão que se faz a nível global, que considero importantíssima, tanto pelos resultados que poderá obter junto aos amantes da leitura e do faroeste, bem como pelo aumento de material sobre o personagem, que só aumenta e confere cada vez mais valor ao nosso Tex, valor que já tem em grande monta, mas ainda não atinge boa parte da população.

    Essa repercussão serve para avisar aos antigos texianos que o personagem continua vivo, firme e forte; para dizer aos colecionadores de Marvel, DC e outros que existe um grande personagem capaz de movimentar fãs num país tão extenso como o Brasil – ainda mais no Brasil, sabidamente um país onde se lê pouco.

    É por estas e outras que considero de suma importância para o Tex, e de modo geral muito importante para a Cultura, que eventos dessa natureza ocorram frequentemente, buscando o espaço que existe e vinha sendo colocado de lado.

    Parabéns ao Júlio, ao Dorival e ao Sergio Bonelli, que possibilitaram esse grande feito para o Tex e seus fãs.

    G.G.Carsan

    • Olá pard Trajano,
      Infelizmente e apesar de estar convidado, não pude comparecer a esta primeira Gibicon, porque Julho é um mês muito complicado (em Agosto a empresa encerra para férias do pessoal) para me ausentar da empresa, mas mesmo longe, tentei acompanhar de perto a Gibicon e deu para ver que foi realmente um evento fantástico mesmo sem mim (…risos…)
      Falando a sério, estiveram presentes para além dos dois autores, muitos texianos prestigiados e só por eles já valia a pena comparecer 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *