Tex Willer no Museu Oscar Niemeyer em Curitiba, por Lucio Filippucci

Por José Carlos Francisco

Lucio Filippucci, o consagrado desenhador italiano que foi o desenhador do Tex Gigante nº 22, intitulado “Seminoles” e que nos dias 15, 16 e 17 de Julho estará presente (assim como o seu colega Fabio Civitelli) na primeira Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba, a GIBICON (se bem que oficialmente seja a edição número zero, como uma espécie de preliminar para os eventos que comemorarão em 2012 os 30 anos da Gibiteca de Curitiba, a mais antiga de toda a América Latina), como forma de agradecimento e para assinalar esta sua primeira presença no Brasil, fez um desenho exclusivo e alusivo à efeméride, desenho esse que o blogue português do Tex tem o privilégio e a honra de mostrar em antestreia mundial num rigoroso exclusivo:

TEX WILLER NO MUSEU OSCAR
.
NIEMEYER EM CURITIBA

Lucio Filippucci elegeu o famoso Museu Oscar Niemeyer como pano de fundo para ilustrar a presença de Tex na cidade de Curitiba, Museu esse que é considerado um dos principais e mais visitados pontos turísticos da cidade capital do Estado do Paraná.

O complexo de dois prédios, instalado numa área de trinta e cinco mil metros quadrados (dos quais dezanove mil dedicados à área de exposições), é um verdadeiro exemplo da Arquitectura aliada à Arte. O primeiro prédio foi projectado por Oscar Niemeyer em 1967, fiel ao estilo da época, concebido como um Instituto de Educação. Este edifício possui o segundo maior vão livre do Brasil, com 65 m. Foi reformado e adaptado à função de museu, para o qual Niemeyer projectou o anexo, lembrando um olho, imprimindo-lhe uma nova identidade característica, que foi inclusive bem captada por Filippucci na magnífica ilustração realizada para este grandioso evento como podemos constatar comparando as duas imagens.

Inaugurado no dia 22 de Novembro de 2002 com o nome de Novo Museu, com a conclusão do anexo foi reinaugurado em 8 de Julho de 2003, recebendo a actual denominação. É conhecido localmente como Museu do Olho, devido ao design de seu edifício. A instituição tem como foco as artes visuais, a arquitectura e o design. Pela sua grandiosidade, beleza e pela importância do acervo, actualmente representa uma instituição cultural com projecção nacional e internacional, projecção essa que passará a ser ainda maior, depois da passagem de Tex…

E para finalizar, aqui fica o convite efectuado por Júlio Schneider (tradutor e consultor Bonelliano da Mythos Editora e um dos elementos principais do staff do nosso blogue) para que os texianos compareçam em força ao evento Curitibano onde para além da presença de Lucio Filippucci, contará também com a ilustre participação de Fabio Civitelli:

(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

4 Comentários

  1. Soberba ilustração! E gostei de ficar a conhecer esse espectacular museu (sinceramente não conhecia, mas é falha minha). E que seja uma grande convenção, com muitos êxitos!

  2. Nossa, é de arrepiar! Que “encaixe” harmonioso de duas obras-primas! E, de lambuja, uma águia vigilante pairando nas alturas, como que irmanada com a gaivota estilizada do mestre centenário. Um diálogo eloquente que dispensa palavras.
    Bravo, Filippucci, bravissimo!

  3. Excelente post ZECA. E quanta informação sobre Curitiba !!!! Muito bom.
    E todos texianos agradecem o grande trabalho do Blog do TEX, sempre nos trazendo rapidamente e em primeira mão as notícias “quentes” do mundo texiano, como essa maravilhosa ilustração de Filippucci.
    Abraços

  4. E ainda bem que, mesmo sem sua presença (infelizmente), sua grande idéia de desenhos exclusivos nos eventos texianos se concretiza também nesse de Curitiba, e logo DOIS maravilhosos desenhos. Mais uma vez, parabéns pela idéia inicial desses “exclusivos”, algo que abrilhanta mais os eventos, e também faz a alegria de nós colecionadores.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *