Tex a cores no Brasil

Por Jesus Nabor Ferreira[1]

Tex a cores no BrasilAnúncio Tex a cores

Esta semana fomos surpreendidos positivamente com a noticia dada em exclusivo pelo Portal TEXBR, que a editora Mythos irá lançar em Setembro próximo uma nova colecção do famoso Ranger Bonelliano! Tex a Cores será, segundo o anúncio da editora, uma colecção em formato italiano (21 x 16 cm) com o numero de páginas fixado em 250, entre textos especiais e as aventuras que serão publicadas em ordem cronológica conforme a edição de TEX italiana.

Aproveito então esta EXCELENTE notícia para repassar as edições coloridas da mítica personagem italiana, no Brasil:

TEX ÁLBUM DE CROMOS (FIGURINHAS no Brasil):

Álbum de cromosInterior álbum de cromos

Essa foi a primeira vez que vimos imagens coloridas dos quadradinhos da saga de TEX. Considero o primeiro TEX a cores no Brasil. Edição da Vecchi que foi ás bancas  em meados de 1981.

Tex's a cores no Brasil

Tex a cores 1TEX – EDIÇÃO ESPECIAL COLORIDA Nº 1- Editora GLOBO (Set. 1990): O ÍDOLO DE CRISTAL

Nessa época era a editora GLOBO quem publicava a personagem de Bonelli & Galleppini no Brasil. E em Setembro de 1990 chegava ás bancas “O Ídolo de Cristal“, aventura totalmente a cores em formato italiano. Esta mesma história já havia sido editada antes, pela Vecchi, em formato de Livro em capa dura, mas a preto e branco. Corresponde ao número 200 da edição italiana. Autores: G.L. Bonelli e A. Galleppini.Tex a cores 2.
.
– TEX EDIÇÃO ESPECIAL COLORIDA Nº 2 – Editora GLOBO (Set. 1991): A CIDADE CORROMPIDA

Edição com capa de Sergio Zaniboni, texto de G. L. Bonelli e desenhos de Fabio Civitelli. Esta aventura foi publicada na Itália no número 323 de Tex, sendo colorida propositadamente no Brasil, para esta edição. Mais tarde, no Brasil, seria editada novamente no Almanaque TEX nº 34, desta vez em preto e branco, pela editora Mythos.

Tex a cores 3– TEX EDIÇÃO ESPECIAL COLORIDA Nº 3 – Editora GLOBO (Dez. 1992): FORTE APACHE

Edição correspondente ao TEX nº 100 italiano. Esta aventura já havia sido editada antes no Brasil pela Editora Vecchi no número 4 da colecção TEX.Texto de G. L. Bonelli e desenhos de A. Galleppini. Na criação desta capa, Galep inspirou-se em um póster do actor Humphrey Bogart.
.
Tex a cores 4– TEX  EDIÇÃO ESPECIAL COLORIDA Nº 4 – Editora GLOBO (Set. 1994): A LANÇA DE FOGO

Edição correspondente ao TEX nº 300 italiano. Argumento de G. L. Bonelli e desenhos de A. Galleppini.Esta aventura também foi publicada no TEX nº 200 da série normal brasileira, também aí, a preto e branco. .

Tex a cores 5– TEX  EDIÇÃO ESPECIAL COLORIDA Nº 5- Editora GLOBO (Ago. 1995): A VOZ NA TEMPESTADE

Edição correspondente ao TEX nº 400 italiano. Última das aventuras a cores desenhada pelo magnífico GALEP. Argumento de Claudio Nizzi e desenhos do mestre Galleppini. Há algumas diferenças entre a capa original italiana e a brasileira. A principal é a inversão da imagem do nosso herói.

Tex a cores 6– TEX EDIÇÃO ESPECIAL COLORIDA Nº 6 – Editora GLOBO (Dez. 1997): A CARAVANA DO MEDO

Aventura sacada do Almanacco Del Wel 1995 com textos de Claudio Nizzi e desenhos do grande desenhador espanhol Victor De La Fuente. Este foi o último número desta bela colecção, tendo sido também colorizada propositadamente no Brasil. Esta história voltaria a ser publicada, no Brasil, desta vez a preto e branco, no título ALMANAQUE TEX nº 31 com uma capa inédita de TICCI.

Tex Fumetti– FUMETTI, O MELHOR DOS QUADRINHOS ITALIANOS – Editora GLOBO

Em Novembro de 1993, durante o evento da 2ª Bienal de Quadrinhos do Rio de Janeiro, foi lançado um álbum em formato grande (21 x 27 cm), luxuoso, a cores, papel de primeira qualidade e com um leque de material da casa editorial Bonelli: Tex , Dilan Dog, Nathan Never, Martin Mystère, Mister No e Nick Raider abrilhantaram as 116 páginas coloridas de FUMETTI.

Tex Fumetti interiorE ao Tex coube abrir o álbum com o curioso e divertido conto: “Uma Tarde Quente…”, texto de Sergio “Guido Nolitta” Bonelli e arte de um perfeito G. Ticci. Totalmente a cores. Esta com certeza foi uma das melhores publicações Bonelli já editadas no Brasil. Para os fãs portugueses, recordo, que em 2008, esta mesma aventura, foi publicada a preto e branco, em Portugal, no BDJornal, sendo para todos os efeitos, a segunda história de Tex editada em Portugal.

Tex 400– TEX Nº 400 – Edição comemorativa com 164 páginas (contando com o livreto especial contendo todas as primeiras 400 capas de Tex na série normal) totalmente a cores – MYTHOS Editora – ( Fev. 2003).

Edição correspondente ao número 500 da série italiana – Com o titulo “Homens em Fuga” – texto de Claudio Nizzi e desenhos lindamente pintados de Giovanni Ticci. Esta foi a primeira edição a cores produzida pela MYTHOS. Capa belíssima de Claudio Villa.

Em Junho de 2005, a mesma Mythos viria a editar outra aventura a cores de TEX:

Seleção Tex e os Aventureiros nº 3Seleção Tex e os Aventureiros nº 3 – Edição em formato italiano, 252 paginas, trazendo diversas personagens da Bonelli.

O dueloA edição abre com a clássica história “O Duelo”. Aventura criada por Civitelli, roteiro de Nizzi e pinturas do próprio Civitelli. São 15 lindas paginas pintada pelo grande desenhador de Arezzo. Uma avant premiere do que viria a seguir.

Tex 60 anos– TEX ESPECIAL 60 ANOS – MYTHOS Editora (Out. 2008) – “Na Trilha das Recordações” – Texto de Nizzi e desenhos belamente pintados por Fabio Civitelli. Uma edição mais que especial, com papel de primeira e impressão fantástica. Uma verdadeira jóia para qualquer coleccionador. Digna da grande data que estávamos comemorando. Corresponde ao número 575 da edição italiana.

Estas foram até o momento, as edições coloridas de TEX no Brasil. Agora é aguardar a nova série que a Mythos irá lançar. Estamos torcendo para que seja um grande sucesso tanto no Brasil, como em Portugal. No que depender da Zona Franca Comics, assim será!

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)
——————————————————————————–
[1] Coleccionador de Banda Desenhada desde 1976

11 Comentários

  1. Pode ser ainda que sendo as histórias publicadas em cores, no formato italiano e ainda em papel de boa qualidade, o nosso bom e velho Tex consiga muitos outros novos leitores, que antes não o liam por terem cisma de quadrinhos preto e branco, ou que vão se sentir atraídos pela boa qualidade da edição. Enfim, a editora Mythos finalmente tem a ousadia de publicar Tex com esse padrão de luxo nunca utilizado antes pelas outras editoras anteriores e isso demonstra o zelo e o amor com que o personagem vem sendo tratado aqui no Brasil.
    Só espero que com o surgimento desta nova série, as demais coleções não acabem perdendo vendas, principalmente Os Grandes Clássicos de Tex e Ed. Histórica, pois o risco dessas séries serem anuladas existe.

  2. Por Manitu!!
    Que assim seja!!!
    Vamos ter que arrumar mais um \lugarzinho\ na estante
    para essa magnífica coleção!

  3. Lugar garantido na minha estante já tem!
    Vida longa a mais este grande lançamento da Mythos.

  4. Só seis edições? Não, não, não… peço ao editor Dorival Vitor Lopes a continuação dessa coleção que é sucesso na Itália,vendendo cerca de 200 mil cópias por edição.

    Paulo – Campina Grande – PB
    leiomutarelli@hotmail.com

  5. Sou fãzão dos rangers mais durões do velho oeste e procuro me esforçar ao maximo para ter as revistas e acompanhar as aventuras dos nossos herois, mas infelizmente moro num lugar distante e nem sempre as revistas vem, eu gostaria muito d ser um assinante e queria saber o que eu tenho q fazer para conseguir receber a coleções inteira dos nossos herois.
    Obrigado

  6. Amigo Jesus, não havia lido este post, mas agora digo a ti: parabéns pelo belo levantamento feito sobre a trajetória de TEX em cores no Brasil… Creio que a partir de dezembro de 2010, isso se intensificará mais e mais. Afinal já somos a 2ª pátria do personagem boneliano. E graças a Mythos Editora, na pessoa do Dorival, teremos a continuação do TEX edição histórica à Cores.

  7. Há muito tempo sou leitor desta revista interessante que conta a saga de um texano preocupado com a ordem e fazer justiça. Ler Tex me fazia empatar muito tempo pois eu gosto bastante de cada nova aventura.

  8. Tenho todas revistinhas do Tex dos anos 70, 80 e 90 e inicio de 2000. Estou querendo vender, será que poderiam me ajudar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *