Antevisão das aguardadíssimas histórias de Tex desenhadas pelos irmãos Cestaro, Giovanni Bruzzo e Lucio Filippucci

Mauro Boselli brinda às novas histórias de Tex que estão a chegar

Em produção existem, obviamente, mais de três dezenas de histórias de Tex e três delas são das mais aguardadíssimas pelos fãs e coleccionadores de Tex espalhados pelo mundo… uma delas é a história que trará a primeira parte da aventura onde teremos o novo regresso de Mefisto, primeira parte essa composta por 330 páginas desenhadas pelos irmãos Gianluca e Raul Cestaro (a segunda parte terá 440 páginas e está a ser desenhada por Fabio Civitelli).

Uma história escrita por Mauro Boselli que narra o ansiado retorno de Mefisto, onde veremos o némesis de Tex instalado em São Francisco onde dirige uma clínica para loucos. Entre os pacientes, para além do seu filho Yama, que perdeu a memória na aventura anterior, como o leitor certamente se recordará, está também… Tom Devlin, o chefe da polícia da cidade.

Uma história de grande intensidade e atmosfera gótica, em que então o arqui-inimigo de Tex e o seu filho Yama unirão forças para poderem derrotar os pards que, desta vez, vão poder contar com a ajuda inesperada do monge Padma. Esta história contará com 770 páginas e estender–se-á por 7 álbuns mensais. São então dos irmãos Cestaro as páginas desta história que damos a conhecer de seguida:

A segunda história que vamos dar a conhecer um pouco mais hoje, está a ser desenhada por Giovanni Bruzzo há vários anos e tem como título de trabalho “Erebus“. Está prestes a ser concluída e também foi escrita por Mauro Boselli tendo contornos verídicos e, obviamente, e ficcionais.

A aventura, de 440 páginas, desenrola-se no extremo norte do Canadá, perto do Pólo Norte, entre os Inuit e os Casacas Vermelhas de Jim Brandon. Nesta aventura teremos também a participação da heroína das histórias “Giovani assassini” e “Winnipeg”, a Dallas, exacerbada pela morte do seu irmão e também a participação da mestiça  Kathy Dawn.

A história aborda a expedição perdida do Lord John Franklin, oficial da Marinha Real do Reino Unido, que em 1845 a bordo do navio a vapor Erebus iniciou a exploração  do Ártico à procura da famosa “Passagem do Noroeste”. O mesmo tema já tinha sido tratado por Mauro Boselli numa velha história de Zagor, provavelmente a sua maior obra nessa série, segundo a opinião de muitos fãs zagorianos. A viagem de Tex e de Jim Brandon através das baías do Ártico será destinada a salvar de uma terrível ameaça alguns amigos que tinham partido anteriormente precisamente à procura do Erebus de Franklin. Historicamente numerosas expedições tiveram lugar no curso do século para encontrar o navio.

Por fim, a terceira história foi retomada recentemente por Lucio Filippucci depois de uma pausa para desenhar uma edição especial de Martin Mystère comemorativa dos 80 anos da editora Bonelli. História essa escrita por Claudio Nizzi e que terá 220 páginas cujo título provisório é “Un maledetto imbroglio” e também será publicada na série principal de Tex.

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

3 Comentários

  1. Pard José Carlos, tu sabes para quando estão previstas a publicação destas histórias?
    O roteirista Mauro Boselli atingiu o mesmo nível de Gian Luigi Bonelli e Claudio Nizzi; claro que cada roteirista tem seu modo de apresentar o personagem, sem perder a essência do personagem.
    O desenhista de Zagor, Ferri disse em uma entrevista que Tex se parece muito com o seu criador Gian Luigi Bonelli, um sujeito que pensa rápido e é decisivo, sem perder tempo em tomar suas decisões; já Zagor é uma pessoa que é mais sentimental e reflexiva sobre os fatos da vida, como era seu criador Sergio Bonelli. E é isto que sempre mostrou a qualidade ímpar das publicações da Bonelli, onde como na vida real e não na vida que cada um pensa ser a ideal, os seus personagens mostram duas maneiras de se agir, pensar e refletir sobre os problemas que aparecem, sendo que nenhum é mais correto, intenso ou sábio em suas decisões, demonstram que ambos reagem de maneira diferente muitas vezes com as dificuldades que tem de enfrentar.
    Para finalizar, Mauro Boselli manteve a essência do Tex de Gian Luigi Bonelli, suas história são até mais violentas e extremamente realistas, de modo que espero que por muito tempo ainda, Boselli escreva as histórias de Tex.

    • Pard Teodoro,
      Em princípio, a história desenhada pelo Giovanni Bruzzo será publicada na Itália ainda este ano, a dos irmãos Cestaro e a do Lucio Filippucci serão publicadas em 2022.
      Quanto a Mauro Boselli, partilho integralmente das suas palavras… hoje em dia ele está por mérito próprio no patamar dos maiores escritores que Tex teve ao longo destes quase 73 anos de vida editorial… eu adoro as histórias escritas por ele… e também espero que ele ainda nos conceda muitas e muitas boas histórias de Tex ao longo dos próximos anos 🙂

  2. Por todos os satanases, O Mefisto retornando é sempre momento de grandes expectativa e começo a torcer desde já para que seja uma saga top 5, pois o velho demônio merece uma aventura definitiva.
    Por mil raios, o Tex Willer Blog sempre na vanguarda. Que bom para os milhares de leitores. Agradecimentos do TWAN pelo compartilhamento diário das notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *