“A morte de Lilyth/Juramento de vingança”– As Grandes Aventuras de Tex (da Mythos Editora) na análise de Rui Cunha

Por Rui Cunha (texto) e Margarida Cunha (fotografias) A vingança é o modo mais conhecido de fazer justiça. A vingança costuma ser o modo mais rápido de se fazer justiça sobre alguma coisa que correu menos bem e causou danos,… Continuar a leitura

“Os Predadores do Deserto” – Tex Romance Gráfico (da Polvo Editora) na análise de Rui Cunha

Por Rui Cunha (texto) e Margarida Cunha (fotografias) Apesar da palavra deserto nos causar algum arrepio quando pronunciada seja em que circunstância for, o mais que não seja pelo próprio significado a ela ligado: um completo vazio seja do que… Continuar a leitura

A Opinião do Rui: “Terror na Floresta” e “Maria Pilar”, da Polvo Editora

Por Rui Cunha (texto) e Margarida Cunha (fotografias) Apesar da fraca atenção que as editoras, em Portugal, dão às edições de livros e revistas de Banda Desenhada, como se aquela que é conhecida como a Nona Arte, fosse algo desprezível… Continuar a leitura

“Capitan Jack” (da Polvo Editora) na análise de Rui Cunha

Por Rui Cunha (texto) e Margarida Cunha (fotografias) O Velho Oeste tal como nos foi dado a conhecer nos westerns que, na nossa infância, nos chegavam através da Sétima Arte, nos filmes de John Ford, Howard Hawks, John Sturges, Fred… Continuar a leitura

A Opinião do Rui: Revista nº 6 do Clube Tex Portugal

Por Rui Cunha Em 1927, o poeta português, Fernando Pessoa (do qual o autor deste texto não é apreciador), foi abordado pela Coca-Cola para criar um slogan publicitário. Depois de a provar, escreveu “Primeiro estranha-se e depois entranha-se”. A frase,… Continuar a leitura

“Ouro negro” – Tex Romance Gráfico (da Polvo Editora) na análise de Rui Cunha

Por Rui Cunha O Texas, foi o 28º estado a aderir aos Estados Unidos, em 1845. Inicialmente era um estado escassamente povoado e cheio de contrastes geográficos que iam desde regiões cobertas de rios, lagos e floresta a outras mais… Continuar a leitura